Lula prevê continuidade da esquerda no governo a partir de 2018

do Brasil 247

Lula_PCdoB_CamaraEntrevistado pelo PCdoB na Câmara nesta quinta-feira (29), o ex-presidente Lula reconhece o momento de “muita dificuldade” na política brasileira, mas ele acredita que as recentes mudanças na articulação política do governo Dilma darão um alento ao Planalto no Congresso.

“Não é um momento fácil. Possivelmente, é o momento o mais difícil da história do PCdoB e do PT, porque não estamos enfrentando um partido de oposição comum. Estamos enfrentando um massacre de uma imprensa conservadora”, disse.

“Existe um massacre em cima do PT. Evidentemente, que nós também temos cometido erros. Existe discordância com relação à política econômica, e temos de fazer as correções na medida do possível e no momento correto. Temos muita divergência dentro do Congresso Nacional. É preciso que os partidos assumam a responsabilidade de funcionar enquanto partidos políticos”, ressaltou.

Ainda assim, ele afirma que a presidente Dilma Rousseff “vai voltar a crescer” e deixa um recado: “Para aqueles que não gostam de nós, vão ter de conviver a partir de 2018 durante mais quatro anos com os partidos democráticos e populares na governança deste país”.

Lula almoçou com a bancada do PCdoB na Câmara nesta quinta.

Abaixo os principais trechos da entrevista exclusiva de Lula concedida ao PCdoB na Câmara:

PCdoB na Câmara – Como foi a reunião-almoço com a Bancada Comunista no Congresso?
Luiz Inácio Lula da Silva – Agradeci muito por tudo que o PCdoB significa na minha vida ao longo da minha trajetória política. Discutimos a necessidade de o PCdoB e do PT se reunirem mais e debaterem estratégias comuns de atuação. O PT agradece muito pelo comportamento da Bancada do PCdoB no Congresso, com a líder Jandira Feghali, que tem sido motivo de orgulho para quem é da esquerda neste país. Mostra que tem gente com caráter, que não é oportunista e não rema apenas do lado que a maré está favorável. Isso o PCdoB tem feito historicamente. Nos últimos 40 anos, não posso reclamar da relação com o PCdoB. Tem sido extraordinária desde a primeira campanha em 1989 com João Amazonas, depois com Renato Rabelo e agora com Luciana Santos. O PCdoB está inovando, tendo uma mulher na presidência. Não é pouca coisa um partido comunista ter uma mulher na presidência. Isso tudo ajuda na nossa relação.

PCdoB na Câmara – A ideia é estabelecer uma agenda rotineira de encontros entre PT e PCdoB?
Lula – É importante que uma vez por mês ou a cada dois meses, quando tiver reunião da executiva, conversemos um pouco. O PCdoB ir numa reunião do PT para fazer avaliação de conjuntura e vice-versa. O objetivo é que nos aproximemos cada vez mais. Quando tiver eleições municipais em 2016, podemos ter divergências em um lugar ou outro. Mas as divergências são bem menores do que as coisas unificadoras entre PT e PCdoB. Saio daqui deste almoço mais fortalecido de cabeça e alma.

PCdoB na Câmara – Como o senhor avalia a atual conjuntura política?
Lula – Não é um momento fácil. Possivelmente, é o momento o mais difícil da história do PCdoB e do PT, porque não estamos enfrentando um partido de oposição comum. Estamos enfrentando um massacre de uma imprensa conservadora. Parece-me que a imprensa não concorda com a evolução e as conquistas do povo mais pobre deste país. Não concordam com o pobre nas universidades e com programas que elevaram a qualidade de vida das pessoas, como o Minha Casa Minha Vida. Tem gente que se incomoda com os pobres quando eles têm ascensão. Existe um massacre em cima do PT. Evidentemente, que nós também temos cometido erros. Existe discordância com relação à política econômica, e temos de fazer as correções na medida do possível e no momento correto. Temos muita divergência dentro do Congresso Nacional. É preciso que os partidos assumam a responsabilidade de funcionar enquanto partidos políticos.

PCdoB na Câmara – Qual é a saída?
Lula – Teoricamente, a presidenta Dilma Rousseff tem maioria dentro do Congresso tanto na Câmara quanto no Senado. O governo agora arrumou a sua articulação política. A vinda do companheiro Jaques Wagner para a Casa Civil deu um alento muito grande dentro do Congresso. O Aloisio Mercadante voltou para a Educação e fará um extraordinário trabalho na Educação. Nós vamos superar. A Dilma vai voltar a crescer. Para aqueles que não gostam de nós, vão ter de conviver a partir de 2018 durante mais quatro anos com os partidos democráticos e populares na governança deste país.

9 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Hiya, I am really glad I have found this info. Today bloggers publish just about gossip and web stuff and this is really irritating. A good site with interesting content, this is what I need. Thanks for making this site, and I’ll be visiting again. Do you do newsletters by email?

  2. I just want to mention I am just beginner to blogging and truly liked you’re web blog. More than likely I’m going to bookmark your blog . You actually have really good stories. Cheers for sharing your web-site.

  3. Deus dos céus, este espaço cedido generosamente para se discutir coisas de proveito, tem muitos que deveriam ir numa ferraria e colocar ferradura! Coisa feia!

  4. em 2018 o plano do lula seria o eduardo campos, agora pode ser a marina ou o ciro.

  5. Interessante, pq será q o blog não repercutiu o discurso de Lula, q reconheceu q Dilma enganou seus eleitores para se reeleger???

  6. Que bom. Se ele falou está falado, vamos passar por esta marolinha, descobrir que estas denúncias são todas falsas, que a Globo depositou dinheiro para os mensaleiros, petroleiros e outros tantos políticos como os Cunhas da vida, e que o país é um gigante com uma enorme importância global! Valeu Lula por nos tranquilizar!

    • Para quem conhece somente um lado da verdade, “a própria verdade” é a sincera, a outro lado é mentira.

      Assisti todo o discurso do Presidente Lula ontem na convenção do PT, publicado aqui mesmo no blog, hoje vou ler a repercussão não somente aqui, mas em vários blogs, jornais, portais e vou formar a minha opinião, vou saber quem destes meios fala a verdade e qual está mentindo e/ou tenta distorcer os fatos, sugiro que faça o mesmo.

    • A fala do Lula não teve a intenção de tranquilizar quem quer que seja. Admitiu até que cometeram erros. Sobre quais denúncias você se refere? As que recaem sobre o PT, claro! Sobre PSDB, nada! É disso que o Lula está reclamando.
      Você coloca palavras na boca do Lula. Ele nunca afirmou que a Globo depositou dinheiros para corruptos. Mas que o Cunha é corrupto, disto ninguém tem dúvida e foi aclamado na VEJA e na Globo como o Sr. Impeachment, defensor da moralidade.
      Não tenha dúvidas de que o Brasil tem importância global. Você não ouviu o que Barak Obama disse sobre o Lula e o Brasil? Afinal de contas, você mora em Miami ou mora nas páginas da VEJA?