Greve dos bancários começa com adesão de 60% com ‘viés de crescimento’ no Paraná

bancariosA greve dos bancários que começou ontem (6) em todo o País está forte e unida no Paraná. O levantamento é da Federação dos Trabalhadores de Empresas de Crédito do Paraná (Fetec), que representa 80% da categoria no estado.

A adesão no primeiro dia foi de 60%, com 406 agências e 11 centros administrativos parados. Mais de 14,9 mil bancários estão de braços cruzados. A tendência da adesão é de crescimento na medida em que os dirigentes sindicais visitam as agências que ainda estão abertas.

Para Júnior César Dias, presidente da Fetec, a insatisfação dos trabalhadores é grande porque a proposta apresentada pelos banqueiros ficou muito aquém do eles têm condições de pagar e do que os bancários merecem receber.

“A nossa previsão é que esta será uma greve longa, por isso a tendência é de que a adesão seja crescente, dia a dia”, afirmou.

As principais reivindicações são relativas às condições de trabalho, empregabilidade e remuneração. Os bancários querem o fim das metas abusivas, maior contratação de trabalhadores para evitar a sobrecarga e o reajuste que compartilhe pelo menos parte dos lucros astronômicos dos bancos.

Comentários encerrados.