Por Esmael Morais

Golpe paraguaio: TCU rejeita afastar relator das contas do governo Dilma

Publicado em 07/10/2015

augusto_nardesO Tribunal de Contas da União (TCU), por unanimidade, acompanhou o relatório do ministro Raimundo Carreira, pela rejeição do afastamento do ministro Augusto Nardes, relator das contas do governo Dilma Rousseff (PT) no exercício de 2014.

Por tanto, o órgão de contas manteve Nardes como relator mesmo que ele tendo manifestado via imprensa sua preferência pela reprovação das contas da petista.

O pedido do afastamento partiu AGU (Advogacia Geral União) que alegou “imparcialidade do juiz”.

Agora, a AGU deverá pleitear a suspeição de Nardes junto a Supremo Tribunal Federal (STF).

O objetivo do órgão de contas, aliado à velha mídia e à oposição, é derrubar Dilma por meio de um golpe paraguaio.