Educadores defendem continuidade do Programa de Iniciação à Docência

Publicado em 15 outubro, 2015
Compartilhe agora!

Dulcyene Maria Ribeiro, coordenadora Institucional do Pibid/Unioeste, professora de matemática na instituição, na linha de frente da luta pela manutenção e ampliação do programa de formação do corpo docente para a educação básica do Paraná, em relato especial para o Blog do Esmael, informa uma nova batalha hoje pela manhã, em Brasília, uma audiência pública na Câmara Federal que poderá definir o futuro do Pibid; abaixo, leia a íntegra do relatório.
Dulcyene Maria Ribeiro, coordenadora Institucional do Pibid/Unioeste, professora de matemática na instituição, na linha de frente da luta pela manutenção e ampliação do programa de formação do corpo docente para a educação básica do Paraná, em relato especial para o Blog do Esmael, informa uma nova batalha hoje pela manhã, em Brasília, uma audiência pública na Câmara Federal que poderá definir o futuro do Pibid; abaixo, leia a íntegra do relatório.
Uma Audiência Pública na Comissão de Educação da Câmara Federal na manhã desta quinta-feira, 15 de outubro, poderá selar o destino do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid).

O Pibid é uma iniciativa do governo federal para o aperfeiçoamento e a valorização da formação de professores para a educação básica, e apesar de sua importância reconhecida para a formação de novos docentes está sofrendo cortes e corre o risco até de ser encerrado em função do ajuste fiscal.

No Paraná, são 16 instituições de ensino superior que participam do Programa. Nelas, o total de bolsistas antes dos cortes sofridos em julho de 2015, era de 6795. Cerca de 200 bolsas já foram cortadas. No estado, são 450 escolas públicas envolvidas diretamente com o Programa.

Quem acompanha o dia a dia do programa nas universidades do estado do Paraná, na maioria delas desde 2010, conhece os aspectos positivos que ele tem proporcionado às licenciaturas, tradicionalmente, área que recebe poucos incentivos, especialmente, financeiros.

Por tudo isso, na comemoração do “Dia do Professor”, estudantes dos cursos de licenciatura, professores da Educação Básica e superior estão se unindo em defesa da continuidade do PIBID, bem como a sua ampliação e qualificação. Um mobilização nacional está programada para acontecer nas redes sociais com a hashtag #mobilizapibid.

A seguir, leia a íntegra do relatório especial da professora Dulcyene Maria Ribeiro:

https://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/Pibid.pdf

Compartilhe agora!

Comments are closed.