8 de outubro de 2015
por Esmael Morais
18 Comentários

Beto Richa e “viche” Cida Borghetti viajam; Traiano inicia ‘governo ostentação’ nesta sexta

traiano_richa_cida_ricardoO governador Beto Richa (PSDB) embarca amanhã para um tour pela França, Rússia e China. Os maledicentes do Centro Cívico veem uma viagem armada para o tucano assistir a 15ª etapa da Fórmula 1 no país de Vladimir Putin.

A viche-governadora Cida Borghetti (PROS) também sairá em viagem internacional. Oficialmente, a esposa de Ricardo Barros (PP), o Leitão Vesgo, tentará buscar um voo da Alitalia entre Foz do Iguaçu e Roma.

Extraoficialmente, a viche foi obrigada a deixar o país para que o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano (PSDB), assuma o Palácio Iguaçu. Leia mais

8 de outubro de 2015
por admin
25 Comentários

Envolvimento de Ratinho Jr e Tiago Amaral suspende ação da Publicano 2

publicA citação do secretário de Desenvolvimento Urbano Ratinho Júnior (PSC) e do deputado estadual Tiago Amaral (PSB) pelo auditor Luiz Antônio de Souza, em acordo de delação premiada, causou a suspensão da segunda fase da Operação Publicano do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

A decisão em caráter liminar foi proferida pelo desembargador Luiz Sérgio Neiva de Lima Vieira do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), tudo por que os deputados (e secretários de Estado) têm foro privilegiado e não podem ser investigados em primeira instância.

A decisão, que não anula os feitos até aqui pelo juiz da 3ª Vara Criminal de Londrina, Juliano Nanuncio, atendeu a pedido da defesa de José Luiz Favoreto Pereira, ex-delegado das Receita Estadual em Londrina. Leia mais

8 de outubro de 2015
por Esmael Morais
6 Comentários

Requião sobre julgamento do TCU: ‘Pedalar não é e nunca foi crime’; ouça

Senador Roberto Requião (PMDB-PR), em mensagem radiofônica distribuída nesta quinta-feira (8), desqualificou a reprovação das contas pelo Tribunal de Contas da União (TCU); "Pedaladas, nome utilizado para degradar a discussão, não é crime; simplesmente deixou-se de cumprir metas de inflação que atendem ao interesse de credores internacionais"; explicou ao Blog do Esmael; abaixo, ouça o áudio com a explicação.

Senador Roberto Requião (PMDB-PR), em mensagem radiofônica distribuída nesta quinta-feira (8), desqualificou a reprovação das contas pelo Tribunal de Contas da União (TCU); “Pedaladas, nome utilizado para degradar a discussão, não é crime; simplesmente deixou-se de cumprir metas de inflação que atendem ao interesse de credores internacionais”; explicou ao Blog do Esmael; abaixo, ouça o áudio com a explicação.

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) desmistificou ao Blog do Esmael o julgamento das ditas “pedaladas” ocorrido ontem (7) pelo Tribunal de Contas da União (TCU).  ... 

Leia mais

8 de outubro de 2015
por Esmael Morais
10 Comentários

Para “impitimar” Dilma, velha mídia chantageia o gângster Eduardo Cunha

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), entrou na marca do pênalti, segundo a Globo, que afirmou nesta quinta-feira (8) que sete partidos políticos pediram formalmente sua cassação por quebra de decoro parlamentar.

Apesar da sapecada de hoje, Cunha tem sido escudado pela velha mídia, pelo PSDB e pelos golpistas que tentam agora barganhar o “couro” dele pelo impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT).

Segundo a emissora dos Marinho, ao menos 30 deputados querem que seja aberto o processo de cassação no Conselho de Ética na Câmara.

A alegação é que Cunha mentiu ao negar a existência de contas secretas abertas em nome de empresas offshore na Suíça.

Ou seja, em nome do golpe, a chantagem ganhou licitude de lado a lado (Cunha, barões da mídia e oposição). O objetivo é impitimar Dilma, mas livrar o presidente da Câmara.

A manobra acontece ao mesmo tempo em que o Tribunal de Contas da União (TCU) reprovou as contas da petista relativas ao exercício de 2014. A pressão é pela confirmação da rejeição na Câmara, o que complementaria o “golpe paraguaio” em curso no Brasil.

Leia mais

8 de outubro de 2015
por Esmael Morais
25 Comentários

Leandro Fortes: ‘O Brasil precisa de políticos como Lula, Ciro e Requião’

Por Leandro Fortes*

Aquilo não foi um julgamento, porque o TCU não é um tribunal, mas um cartório de políticos aposentados e apadrinhados de ocasião – alguns lá colocados pelo PT, diga-se de passagem.

O TCU é um apêndice do Poder Legislativo com estafetas de luxo autoproclamados “ministros” por conta de uma herança colonial provinciana.

Ao recomendar a reprovação das contas de Dilma, o TCU apenas cumpriu uma tarefa encomendada pelos tutores da oposição, que precisam voltar ao comando dos cofres públicos, ainda que com suas marionetes de sempre alçadas ao poder.

Pelo voto, perceberam, essa missão tornou-se quase impossível, ainda mais depois da decisão do STF que decretou inconstitucional as doações empresariais para campanhas eleitorais.

Sem falar na indigência das lideranças de direita, que oscilam entre os surtos fascistas da turma de Bolsonaro e a inoperância legislativa dos tucanos.

A solução foi voltar às origens, aos sobreviventes da Arena, aos herdeiros do udenismo lacerdista.

À tigrada.

Apostam, ainda, no envenenamento diário da mídia e na sobrevida de Eduardo Cunha na presidência da Câmara dos Deputados, no que já pode ser classificado como a mais espúria aliança política da República desde o golpe de 1964.

Essa farsa do TCU, embalada numa fachada técnica cafajeste e hipócrita, exige uma reação política à altura, e não esse republicanismo barato que transformou os políticos do PT em clientes clandestinos de hospitais e restaurantes, Brasil afora.

Exige um grande e decisiva mobilização social e política, com todos os aliados dos movimentos sociais, com as forças democráticas, e não apenas de esquerda, que estão enojados com esse movimento golpista bancado, como de costume, pelos barões da mídia e pela escória fisiológica da política nacional.

Exige a voz das massas, de grandes lideranças populares e de políticos que não têm medo de enfrentar a manada e o senso comum.

Políticos como Lula, Ciro Gomes e Roberto Requião.

Exige uma nova Dilma Rousseff e um novo Partido dos Trabalhadores.

Exige um novo Brasil.

*Leandro Fortes é jornalista em Brasília.

Leia mais

8 de outubro de 2015
por admin
13 Comentários

Após indiciamento de Richa na PGR, Gaeco cumpre mandados da Publicano

gaecoNo dia seguinte à confirmação do indiciamento do governador Beto Richa (PSDB) pela Procuradoria Geral da República (PGR), por corrupção na Receita Estadual, eis que o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) voltou às ruas na manhã desta quinta-feira (8) para cumprir mandados de prisão por lavagem de dinheiro na Operação Publicano. ... 

Leia mais

8 de outubro de 2015
por admin
10 Comentários

Coluna do Reinaldo de Almeida César: Beto Richa desmantela a Segurança Pública do Paraná

Reinaldo de Almeida César*

Os prezadíssimos leitores que me acompanham sabem que me esforço ao máximo para não ser cabotino e ficar aqui relembrando o período de quase dois anos em que titularizei as funções de Secretário de Segurança, onde vivi as provações de Dante.

Peço, no entanto, permissão para lhes sugerir no dia de hoje, que celebra a memória de Che, a releitura da entrevista rebelde que concedi às competentes jornalistas Andréa Moraes e Aline Peres, publicada pela Gazeta do Povo em matéria de domingo, no dia 11 de março de 2012, com chamada de capa, na manchete principal.

Defendi naquela ocasião, com convicção, desprendimento e firmeza, que sem investimentos na segurança pública, nada mudaria.

No dia seguinte ao da entrevista, recebia cumprimentos por onde passava, colhia o olhar de aprovação dos policiais e era elogiado por setoristas da imprensa, que compreendiam que era preciso lutar dentro do governo por recursos e investimentos neste setor.

Embora eu tenha dito exatamente o que a sociedade esperava ouvir do secretário de segurança, a entrevista desagradou fátuos que se quedaram enfurecidos.

Meu amigo mais certo das horas incertas, Pedro Nolasco, ao ler naquele domingo cedo a entrevista da Gazeta, vaticinou sem dó: meu velho, é o começo do seu fim.

Rememorei o fato, nesta semana, com o mesmo e inseparável Pedro Nolasco e lhe dei o troco: se fosse hoje, faria tudo de novo.

***

Contra números não se briga, qualquer infante ou imberbe sabe disso.

Convido os leitores a compulsar a tabulação dos resultados do insuspeito Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado na última semana.

O Paraná está na sétima pior posição em investimentos, na segurança pública. Ganha apenas de Piauí, Amapá, Maranhão, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Na outra ponta, Rio de Janeiro é o quarto estado que mais investe em segurança, Minas Gerais é o terceiro.

Já escrevi e falei várias vezes que Mato Grosso do Sul tem 1/4 da população do Paraná e metade do nosso efetivo policial. Santa Catarina, tem quase metade da população do nosso estado e o mesmo efetivo policial. São Paulo tem 4 vezes mais habitantes que o Paraná e quase 10 vezes mais policiais.

Regra de três, faça você mesmo as contas, não é Sudoku.

Está curioso por saber o resultado da falta de investimentos e da não reposição de quadros policiais ?

O Leia mais

8 de outubro de 2015
por admin
12 Comentários

Coluna do Requião Filho: A podridão na política do Paraná e do Brasil

Download
Requião Filho*

A podridão que toma conta dos plenários em todo Brasil traz um indesejado tipo de político, aquele que se elege com um discurso e depois de eleito trabalha de forma totalmente contrária ao que pregou, seguindo os planos, até mesmo, de seus grandes opositores nas urnas. Por muitas vezes, sequer posso afirmar que votam contra as suas convicções, pois acredito que votam sem nem saber no que estão votando.

A política vem apodrecendo no Paraná e no Brasil!

Uma realidade fétida cobre como uma tundra as instituições políticas. São escândalos em cima de escândalos. Mas falar de corrupção neste espaço é chover no molhado! Fiz aqui nesta coluna diversas denúncias e levantei inúmeras lebres que incomodaram alguns “calças de veludo” que sentam em andares altos do centro cívico.

Só que hoje a corrupção, a podridão da qual vou tratar é outra, é o comprometimento moral dos políticos, é a venda de voto em casas legislativas, é a troca de apoio por cargos dos partidos. A podridão que corrompe os pilares da democracia!

Como, por exemplo, não consigo compreender como pode um partido que é por seu estatuto de fundamentalismo religioso apoiar um outro partido pró-aborto em troca de cargos em uma estrutura governamental? Como pode uma bancada inteira trocar de posição após negociações a portas fechadas para indicar ministros? O agente político que se presta a tal papel não pode se declarar como moral, seus atos cheiram mal, estão eivados da podridão que envolve o meio, podridão esta repudiada por todos aqueles que verdadeiramente possuem moral.

Essa história, essa ladainha de que é assim que funciona o jogo e se não for assim não se sobrevive, precisa ser revista. A podridão e o seu mau cheiro não podem mais imperar na política. Esses políticos em compostagem devem ser extirpados dos partidos… de todos os partidos… independente para qual lado do espectro esquerda/direita estes se encontrem.

É com tristeza que trato o tema de hoje. Diria até que com certo asco… mas também escrevo com a esperança de mudarmos a conjuntura atual!

Que o podre seja extirpado da política e que novas posturas, verdadeiramente comprometidas com a população, tragam novos ares, agora com novos aromas, levando para longe o mal cheiro que vem dominando o cenário Leia mais