Por Esmael Morais

Quiproquó na visita do governador Beto Richa em Guarapuava; veja

Publicado em 22/09/2015

“Onde tá Richa eu apareço”, era a palavra de ordem entoada pelos educadores.

Por sua vez, o governador Beto Richa atribuiu ao PT a manifestação dos trabalhadores na educação pública do Paraná.

É “chover no molhado” declinar as últimas maldades do inquilino do Palácio Iguaçu contra os profissionais do magistério, mas vamos lá: corte de recursos da merenda, da educação, fim da eleição para diretor, calote nos professores e servidores, fechamento de turmas, projeto que privatiza escolas, fim das licenças, jornada excessiva, autoritarismo, etc.

Cerca mil pessoas convidadas para a cerimônia de hoje demonstraram simpatia com o protesto dos educadores.

O governador do PSDB tem realizado eventos semiabertos, como esse de Guarapuava, com forte aparato de segurança, numa tentativa de recuperar a imagem a tempo de disputar o Senado em 2018. Além disso, o tucano promove uma verdadeira farra na propaganda com o objetivo de “levantar sua pipa” – como registrou ontem (21) o Blog do Esmael, pois, segundo especialistas em opinião pública, Richa continua rejeitado por 80% dos paranaenses.