Por Esmael Morais

Movimento por moradia fará protesto em Curitiba nesta terça

Publicado em 28/09/2015

Na Prefeitura, o movimento pretende cobrar o compromisso do aluguel social para as famílias das ocupações Nova Primavera e 29 de Março, até a construção da moradia, bem como o apoio na construção de condomínios por meio do programa Minha Casa Minha Vida.

Os manifestantes cobram da administração municipal, especialmente do prefeito Gustavo Fruet (PDT), o cumprimento de compromisso firmado com o MPM, em 29 de abril de 2015, pelo qual ficou acordada visita do prefeito às áreas ocupadas.

No governo estadual, pretende-se firmar acordo para analisar terrenos destinados à construção de unidades habitacionais às famílias da ocupação Tiradentes. O MPM apresentará áreas como proposta de locais possíveis para a construção de moradias.

As informações são do Movimento Popular por Moradia.