Deputado denuncia “Pixuleco” tucano em horário de expediente na manifestação da PF; assista

Enquanto Doático distribuía panfletos em frente à PF, o chefe dele, Richa, degustava um leitão assado ao lado de auditores fiscais na Secretaria da Fazenda; como método, tucano utiliza mão de obra de ‘cibercomissionados’ para atacar adversários políticos no Paraná.

Enquanto Doático distribuía panfletos em frente à PF, o chefe dele, Richa, degustava um leitão assado ao lado de auditores fiscais na Secretaria da Fazenda; como método, tucano utiliza mão de obra de ‘cibercomissionados’ para atacar adversários políticos no Paraná.

A liderança do governo Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa reforçou, nesta quarta-feira (2), o protesto do “Pixuleco” contra o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma em Curitiba.

Durante o horário do expediente, servidores que ocupam cargo de confiança na Assembleia Legislativa, mais precisamente na liderança do governo, foram vistos na manifestação em frente à Polícia Federal.

A denúncia do “Pixuleco” tucano partiu do deputado Requião Filho (PMDB), que hoje (3) pela manhã usou a tribuna da Assembleia para criticar “funcionários da Casa em manifestação de ódio durante o horário de expediente”.

Requião Filho mostrou uma foto publicada no Facebook do deputado federal Fernando Francischini (SD). Na imagem é possível identificar um desses funcionários da Assembleia, Doático Santos, lotado na liderança do governo.

Agora cabe uma observação do Blog do Esmael em relação ao ativista e militante Doático Santos. Ele é trabalhador, lutador, cumpridor de ordens. Não faz sentido caçá-lo. Tem que cassar o chefe dele, o governador Beto Richa (PSDB), que, enquanto Doático protestava, degustava ao lado de auditores fiscais um apetitoso leitão (não sei se vesgo) na Secretaria da Fazenda.

Assista ao vídeo:

Também não é novidade alguma para o leitor do Blog do Esmael que essas manifestações de ódio, que utilizam a Lava Jato para tal, são promovidas no Paraná pelo DEM, PSDB e PSC. Não é à toa que, por causa disso, Curitiba transformou-se de capital das ‘Diretas Já’ para ‘Capital do Ódio’ num lapso de apenas três décadas.

Os mesmos fascistas que promoviam ontem “carnaval fora de época” em frente ao prédio da Justiça Federal, em Curitiba, xingaram o deputado Tadeu Veneri (PT) de ladrão, comunista, dentre outras barbaridades. O parlamentares passava casualmente pelo local, após consulta médica.

Comentários encerrados.