Coluna do Requião Filho: O exemplo de Júlia na batalha pela vida

Publicado em 10 setembro, 2015
Compartilhe agora!
julia
Em sua coluna nesta quinta-feira, o deputado estadual Requião Filho (PMDB) sai um pouco da política para falar de uma menina que está lutando pela vida e precisa de ajuda: a pequena Julia que nasceu prematura e teve um série de complicações. Agora, ela precisa um transplante de intestino, cirurgia complexa, feita no Estados Unidos, com custo proibitivo para uma família como a dela, mas possível de se realizar caso as pessoas ajudem e o governo federal faça sua parte. Leia, ouça, comente e compartilhe!

Download

Requião Filho*

Quando nos deparamos com tamanha força de um ser tão pequeno, logo a gente se pergunta: como isto é possível? Só quem já passou por uma UTI sabe a provação que é.

Estou falando da pequena Júlia, uma paranaense que nasceu prematura, em agosto de 2014. Desde o primeiro instante, ela convive com inúmeros desafios para se manter viva e tem surpreendido médicos, enfermeiros, amigos e até mesmo sua mãe e sua avó.

Nasceu de seis meses, com pouco mais de meio quilo e, hoje, um ano depois, com quase três quilos e meio, após inúmeras cirurgias e internações, Julinha está quase tendo alta. Deve ir para casa, pela primeira vez, nesta sexta-feira (11), embora seu caso continue exigindo cuidados tais como um aparelho complicado chamado de homecare que monitorará tudo. Sua mãe Ângela e sua avó Lenilde são duas guerreiras, são duas pessoas que os antigos diriam serem pessoas de luz. A dupla é o que se pode chamar de pessoas de bem, pessoas de uma força e fé inigualável.

Poucos sabem, mas sou pai de dois meninos, Marcelo e Matheus. Meus filhos são gêmeos e também nasceram prematuros. Porém, por causa dessa pressa em nascer, eles passaram um mês na UTI do Hospital Nossa Senhora das Graças, em Curitiba. E foi naqueles dias que conheci a menina/mãe, Ângela Dal Santos, e ela com seus 20 e poucos anos acolheu a mim e a minha esposa, e nos explicou tudo sobre aquele que seria nosso périplo.

Ângela estava lá com a Julinha, lutando pela vida. Antes de nossa chegada, Julinha teve uma complicação e após inúmeros procedimentos perdeu todo o intestino delgado e metade do grosso, e sua única chance de viver normalmente é fazer um transplante, somente realizado com sucesso em Miami, nos Estados Unidos. Entretanto, esta cirurgia custa mais de um milhão de dólares!

Meus meninos logo tiveram alta, mas elas, Julia, Ângela e Lenilde continuaram lá, naquela batalha diária. A Angela explica que “Ninguém tem muita informação sobre o transplante de intestino no Brasil”. O que ela busca é levar a Julinha para o exterior onde a cirurgia necessária já é mais difundida, apesar de extremamente complicada. No Brasil a cirurgia ainda é pouco estudada e realizada. “Apenas seis casos foram tentados aqui e, em todos eles, as crianças morreram durante ou depois da cirurgia.”

Outro caso semelhante é o da menina paulista Sofia Gonçalves de Lacerda, de um ano e meio. Desde o dia 10 de abril ela se recupera de um transplante de cinco órgãos do aparelho digestivo (inclusive o de intestino), realizado com sucesso no mesmo hospital em Miami ao qual queremos levar a Julinha. Através de uma campanha na internet que mobilizou 1,5 milhão de pessoas, a família conseguiu arrecadar parte do valor e, o restante, foi bancado pela União por determinação da Justiça brasileira. Esta é a esperança também da pequena Júlia.

Nos Estados Unidos, a cirurgia é mais comum e com uma taxa bem maior de sucesso. O difícil é conseguir a cirurgia e mais difícil ainda é bancar o seu custo. A família vai lutar na Justiça para que o Governo Federal pague a cirurgia, mas sabemos como é moroso este processo e a Julinha pode não ter tempo para esperar.

A Julinha não pode esperar! Por isso hoje existe uma campanha nas redes sociais e em especial no Facebook.

Por isso, hoje eu tento retribuir o carinho e a força que a Ângela e a Júlia nos deram e convido você a participar desta mobilização. Envie seu e-mail para juntocomjulinha@gmail.com ou pelo telefone (42) 9912-3833, e contribua com qualquer quantia pelo site – https://www.vakinha.com.br/vaquinha/junto-com-julinha.

*Requião Filho é advogado, deputado estadual pelo PMDB, vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa do Paraná, especialista em políticas públicas.

Compartilhe agora!

Comments are closed.