Vem aí a “Operação Independência” da Lava Jato. Independência de quem?

PF_Youssef

A manutenção da homologação da delação de Alberto Youssef, o doleiro preferido do PSDB, pelo STF, terá desdobramentos nos próximos dias em nova operação da Lava Jato. Nos meios jurídicos e policiais se fala em “Operação Independência”, haja vista a proximidade com a Semana da Pátria.

Segundo informações colhidas pelo Blog do Esmael, parte da próxima “Operação Independência” será executada no Paraná em conjunto com o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Londrina. O braço policial do Ministério Público do Paraná (MP-PR) tem compartilhado informações com a Polícia Federal e promotores da Lava Jato.

Também é importante registrar que o juiz Fernando Fischer, da 2ª Vara Criminal de Curitiba, homologou esta semana um acordo de colaboração com o doleiro Alberto Youssef. Ele já está colaborando com MP-PR na investigação de desvio de dinheiro público, no caso que ficou conhecido como Copel (Companhia Paranaense de Energia)-Olvepar (Óleos e Vegetais Paraná S/A).

A “Operação Independência”, se realmente ocorrer, seria uma prova concreta de que a operação Lava Jato nada tem a ver com o PSDB e que as investigações comandadas pelo juiz Sérgio Moro realmente são independentes de partidos políticos e ideologias? A conferir.

Mais uma observação: há 15 dias a Lava Jato não prende ninguém e há vaga na carceragem da Polícia Federal em Curitiba.

Comentários encerrados.