Sem CPMF, bolsa afunda e dólar dispara; que fazer?

Publicado em 31 agosto, 2015
Compartilhe agora!

do Brasil 247
dilma_bolsa_dolarOs investidores temem piora do quadro fiscal e já trabalham com a hipótese de o Brasil vir a ser rebaixado pelas agências internacionais de risco após a desistência do governo de criar uma contribuição nos moldes da CMPF.

A volta da cobrança do tributo daria uma arrecadação líquida de R$ 68 bilhões ao governo. Sem o imposto, que sofreu dura resistência de vários setores, o governo decidiu enviar ao Congresso, pela primeira vez, uma proposta de Lei Orçamentária com previsão de déficit em 2016.

À espera do orçamento, o dólar abriu em alta nesta segunda-feira 31. Às 10h10, a moeda norte-americana era cotada a R$ 3,65. Enquanto isso, o Ibovespa abriu o pregão em forte queda: às 10h17, registrava perdas de 2,40%.

Compartilhe agora!

Comments are closed.