RPC x Massa: Ratinho Júnior barrou fiscalização da Receita, diz Gazeta

Publicado em 15 agosto, 2015
Compartilhe agora!

ratinho_receitaA edição deste domingo (16) do jornal Gazeta do Povo traz acusação contra o deputado licenciado Ratinho Júnior (PSC), secretário do Desenvolvimento Urbano, que teria barrado fiscalização da Receita Estadual numa indústria de bonés no município de Jandaia do Sul.

O jornal do grupo RPC registra que o delator na operação Publicano, do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), que investiga propina na Receita, Ratinho teria pedido ajuda ao lobista Luiz Abi Antoun, primo do governador Beto Richa (PSDB), para encerrar investigações de fraude em crédito de ICMS. O valor do “pixuleco” não é revelado pela reportagem.

O tiro de canhão da Gazeta/RPC contra o político do PSC pode ter saído do Palácio Iguaçu ou do Palácio 29 de Março, ambos no Centro Cívico, tacitamente alinhados para tirar Ratinho Júnior das majoritárias de 2016 e 2018.

O Blog do Esmael anotou ontem (14) que os próprios aliados do Palácio Iguaçu chamam o filho do apresentador Ratinho de “Pixuleco” em virtude de investigação do escritório do advogado Guilherme Gonçalves pela Lava Jato. Dentre vários políticos, o causídico também atende ao secretário da SEDU.

Além disso tudo que ocorre no campo da política, há ainda uma disputa feia e velada pelo butim. RPC TV (Globo) e Rede Massa (SBT) guerreiam entre si pelas fartas verbas publicitária do governo do Paraná. Recentemente, Beto Richa (PSDB) abriu as burras para conter o jornalismo crítico das emissoras de televisão.

São propagandas da Sanepar, Copel, Fazenda e da campanha “Nota Paraná” — um engodo importado de São Paulo pelo secretário Mauro Ricardo Costa.

Coincidência ou não com a “afrouxada de tanga” da RPC para o governador do PSDB, que o trocou por Ratinho como alvo, a Gazeta do Povo demitiu esta semana 11 profissionais. A esse respeito o senador Roberto Requião (PMDB) fez a seguinte observação no Twitter:

Para fechar o repolho, é importante que o leitor também saiba que Ratinho Júnior, assim como Luiz Abi Antoun, é patrono da “Tenda Digital” que mobiliza na internet os protestos contra o PT e a presidenta Dilma Rousseff. Correligionários do PSC estão à frente do grupo “Endireita Brasil”, que fica sob o guarda-chuva dos cibercomissionados do Palácio Iguaçu.

Compartilhe agora!

Comments are closed.