O ‘Rei do Pedágio’ está só

richa_rei_pedagioO governador Beto Richa (PSDB), o Rei do Pedágio, está só na empreitada de prorrogar os contratos do ‘pedágio mais caro do mundo’ nas rodovias que cortam o Paraná.

O senador Alvaro Dias (PSDB) declarou ontem (26) que é contra a perpetuação das pedageiras no estado. Ele defendeu a realização de nova licitação para baixar o preço das tarifas e a devolução das estradas federais para a União.

Da mesma ninhada, o deputado federal Valdir Rossoni, ex-presidente da Assembleia Legislativa e do PSDB, também se diz contra a prorrogação. Além dele, o colega de parlamento e ex-prefeito curitibano Luciano Ducci (PSB) igualmente firmou posição contrária à dilatação dos contratos até o ano de 2050.

O prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira (PSDB), aliado de primeira hora de Richa, é a mais nova defecção no programa tucano “Mais Pedágio”. Ontem à noite declarou solenemente na tríplice fronteira: “Sou contra a prorrogação dos contratos do pedágio”.

O presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, que é contra a manutenção do pedágio mais caro do mundo, esta quinta-feira (27), recebeu a visita do secretário de gestão dos programas de transportes terrestres do ministério dos Transportes, Luciano Castro, que percorrerá as estradas concessionadas até domingo.

A autoridade do transporte terrestre vai checar in loco que as pedageiras não cumprem os atuais contratos desde 1998, quando entraram em vigor no governo Lerner. Os ditos cujos vencem em 2021 (que Deus os guardem!).

O ‘Rei do Pedágio’ está só nesta luta inglória pela implantação de novas praças e alongamento dos contratos do pedágio. Só lhe restam a companhia de Déo, Sciarra e Leitão Vesgo. Nem o Batman entrou nessa barca furada…

Comentários encerrados.