Indústria da Multa: Suspeita de “cota” para agentes de trânsito multar em Curitiba vai parar na Justiça

Publicado em 14 agosto, 2015
Compartilhe agora!

difama

A Prefeitura de Curitiba, por meio da secretária municipal de Trânsito, Luiza M. Pacheco Simonelli, protocolou uma denúncia por difamação no Ministério Público contra o advogado Marcelo Araúno, ex-secretário de Trânsito de Curitiba, e colunista do Blog do Esmael, alegando que o antecessor teria denunciado indevidamente a Secretaria (Setran) por estabelecer “cotas” para emissão de autos de infração pelos agentes de trânsito.

O problema é que a denúncia foi feita baseada “em ouvir falar”, pois a secretária afirma na própria denúncia que soube do caso ao participar de um programa de rádio (Rádio Globo AM) e que o apresentador relatou as denúncias de Marcelo.

Mas fácil seria o prefeito Gustavo Fruet (PDT) esclarecer o caso de uma vez por todas divulgando os números de autuações, mês a mês, de maneira detalhada, para acabar com as dúvidas sobre o caso.

Marcelo Araújo esclareceu ao Blog do Esmael que concedeu entrevista ao programa de TV Tribuna da Massa, apresentado por Paulo Roberto Galo, que também tem programa no rádio, e comentou fatos concretos apresentados por uma telespectadora de que um agente de trânsito que atuava nas proximidades do Shopping Estação, em Curitiba, havia emitido uma série de multas injustificadas.

Marcelo também comentou no programa de TV que existem suspeitas de pressão sobre os agentes de trânsito para que aumentem as emissões de autos de infração. Mas essas suspeitas já foram levantadas por jornalistas e são recorrentes, não sendo uma denúncia categórica que partiu dele.

Além disso, o que os cidadãos esperam dos gestores públicos é a transparência e, diante de dúvidas ou denúncias, os gestores têm obrigação de esclarecer os fatos; pois não se trata da vida privada do prefeito, da secretária ou de qualquer servidor, e sim das ações do poder público por eles representados.

Para Marcelo Araújo, a denúncia contra ele é uma tentativa de retaliação, pois ele critica as ações da administração municipal na área de trânsito sistematicamente através de sua coluna no Blog do Esmael e entrevistas concedidas à imprensa local.

Denúncias levantadas pelo advogado em sua coluna já levara ao cancelamento de quase 60 mil multas aplicadas pela Setran de maneira irregular em 2013. Mas ele afirma que não vai se intimidar, e novas “bombas” vão estourar no trânsito de Curitiba.

Ele se colocou imediatamente à disposição para esclarece quaisquer dúvidas sobre suas afirmações, estando disposto a depor, ou conceder entrevista, inclusive com acareação com a secretária e o prefeito, se assim o desejarem.

Da mesma forma, Marcelo se coloca à disposição da Câmara Municipal para prestar explicações, e completa: “Como eu tenho dito, de multa a Prefeitura não entende, e mentira tem perna curta”.

Compartilhe agora!

Comments are closed.