Garganta Profunda de Londrina: Que “nobres” motivos levaram o primo de Beto Richa tantas vezes ao Panamá?

Garganta Profunda de Londrina, o nosso "Julian Assange das Araucárias", trazem novos e precisos relatos que causam tremor no Centro Cívico; principal informante do Blog do Esmael dentro do Palácio Iguaçu, na antessala do governador Belo Richa (PSDB), revela datas e até os números de voos do primo não tão distante Luiz Abi Antun para o Panamá; país da América Central, além de conhecido pelas "lavanderias", agora também se destaca na hospedagem de sites anônimos para ataques covardes contra jornalistas e blogueiros não-alinhados ao tucanato paranaense; abaixo, leia a íntegra do relato do mais famoso X-9 do Hemisfério.

Garganta Profunda de Londrina, o nosso “Julian Assange das Araucárias”, trazem novos e precisos relatos que causam tremor no Centro Cívico; principal informante do Blog do Esmael dentro do Palácio Iguaçu, na antessala do governador Belo Richa (PSDB), revela datas e até os números de voos do primo não tão distante Luiz Abi Antun para o Panamá; país da América Central, além de conhecido pelas “lavanderias”, agora também se destaca na hospedagem de sites anônimos para ataques covardes contra jornalistas e blogueiros não-alinhados ao tucanato paranaense; abaixo, leia a íntegra do relato do mais famoso X-9 do Hemisfério.

O indefectível Luiz Abi, que sempre esteve e sempre está em todas as paradas, viajou para o Panamá duas vezes em curto espaço de tempo.

Foi em 1 de setembro de 2011, pelo voo CM 758, e voltou em 6 de setembro de 2011, pelo voo CM 701, ambos os voos da Copa Airlines.

Depois, foi novamente em 3 de abril de 2012 e voltou em 7 de abril de 2012, pelos mesmos voos, da Copa Airlines.

As perguntas que não querem calar são:

A) Luiz Abi foi fazer turismo, embora dificilmente alguém vá duas vezes ao Panamá em turismo?

B) Luiz Abi foi fazer algum curso sobre fluxo de capitais e off shores?

C) Luiz Abi foi entender como funciona hospedar sites para atacar pessoas covardemente como é o caso do “Paraná Hoje”?

D) Luiz Abi foi comprar chapéu Panamá, que é fabricado no Equador?

Ah, ele não foi desacompanhado não. Sempre tem um brimo na comitiva.

Nos voos também tinha a presença de efuziantes e deslumbrantes moçoilas.

Comentários encerrados.