CPI de Crimes Cibernéticos deverá convocar o governador Beto Richa

Arruda_Richa_TendaA CPI dos Crimes Cibernéticos, que será instalada semana que vem na Câmara Federal, deverá iniciar seus trabalhos com a convocação do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB). A informação é do deputado João Arruda (PMDB-PR), membro titular da comissão de investigação.

A CPI receberá nos próximos dias documentos sobre a atuação da “Tenda Digital” cujo grupo é formado por “cibercomissionados” que atuam no submundo a partir de comandos do Palácio Iguaçu. Os membros dessa organização criminosa seriam pagos com cargos DAS, ou seja, com dinheiro público.

A “Tenda Digital” foi criada na eleição de 2014 para denegrir — sempre anonimamente — adversários políticos de Richa e, no ano passado, defender o senador Aécio Neves (MG). Também é o principal “guarda-chuva” na convocação das manifestações contra Dilma Rousseff nas redes sociais.

Na semana passada, os “cibercomissionados” do Palácio Iguaçu foram flagrados num site anônimo hospedado no Pananá, país conhecido pelas “lavanderias” no sistema financeiro, para atacar jornalistas e blogueiros.

Sempre sob comando de Richa, os “cibercomissionados” também atuaram de forma covarde (anônima) para massacrar moralmente os professores e servidores públicos durante a histórica greve.

Comentários encerrados.