Por Esmael Morais

Após acidente de trânsito, cibercomissionados atacam promotora do Gaeco; assista ao vídeo

Publicado em 09/08/2015

gaeco_tenda_digitalCibertucanos estão distribuindo nas redes sociais dois vídeos que supostamente mostrariam a promotora Leila Shimiti, coordenadora do Gaeco (Grupo de Combate ao Crime Organizado), tentando evadir-se do local após bater seu carro na noite de ontem (8) em Londrina.

Desde as primeiras horas da madrugada deste domingo (9), Dia dos Pais, os cibercomissionados do Palácio Iguaçu não pararam de “trabalhar” com o intuito de desmoralizar a moça. “Promotora do Gaeco quis fugir”, disparam sem parar nas mensagens.

Os cibercomissionados são ligados à “Tenda Digital”, um grupo criminoso que opera no submundo sob orientação do Palácio Iguaçu. Dentre os patronos do grupo está Luiz Abi e, antes de ser preso, Marcelo Tchello Caramori — o taradão que assessorava o governador Beto Richa (PSDB).

Mesmo que a coordenadora eventualmente tenha ingerido álcool e dirigido, há legislação para isso e não diminui o trabalho do Gaeco acerca das operações Publicano e Voldemort.

A promotora Leila Shimiti pilotava um veículo, não o processo contra a roubalheira do lobista Luiz Abi Antoun, primo do governador, e do amigo Marcio Albuquerque Lima, apontados como chefes de quadrilha na Receita Estadual.

O incidente de ontem à noite envolveu mais dois veículos e não teve vítima.

Assista ao vídeo: