7 de agosto de 2015
por Esmael Morais
5 Comentários

Ao vivo: Requião faz comício contra corrupção no governo Richa

Transmissão encerrada às 21h26.

O senador Roberto Requião (PMDB-PR), na noite desta sexta-feira (7), em Paranavaí, realiza mais comício contra a corrupção no governo Beto Richa (PSDB). O município fica a 500 km de Curitiba e é importante polo na região Noroeste do Paraná.

O Blog do Esmael transmite o evento ao vivo em parceria com a TV 15.

Além de descer o sarrafo na questão paranaense, Requião também deverá posicionar-se contrário ao golpe tucano em marcha no país. Partidos de direita articulam substituição da presidenta Dilma Rousseff pela via não eleitoral.

Amanhã, sábado (8), às 10 horas, o parlamentar peemedebista promove encontro regional em Maringá — na mesma região Noroeste.

Requião vai à base com objetivos de denunciar a corrupção no governo do PSDB, defender a constituição e preparar o PMDB para as eleições de 2016. Leia mais

7 de agosto de 2015
por Esmael Morais
21 Comentários

Dilma Rousseff: “Ninguém tira legitimidade que o voto me deu”

7 de agosto de 2015
por Esmael Morais
16 Comentários

“Nota Paraná” nasce com os mesmo vícios e problemas do “Nota Paulista”. Calote à vista?

Corrupção consome de forma fantástica as arrecadações nos governo Richa e Alckmin, ambos do PSDB; secretário Mauro Ricardo Costa, interventor tucano nas finanças do Paraná, importou campanha de arrecadação de São Paulo; lá o governo paulista começou a dar calote nas premiações prometidas aos consumidores, que acreditaram na propaganda do rádio e da TV.

Corrupção consome de forma fantástica as arrecadações nos governo Richa e Alckmin, ambos do PSDB; secretário Mauro Ricardo Costa, interventor tucano nas finanças do Paraná, importou campanha de arrecadação de São Paulo; lá o governo paulista começou a dar calote nas premiações prometidas aos consumidores, que acreditaram na propaganda do rádio e da TV.

O recém-lançado programa “Nota Paraná”, idealizado pelo secretário estadual da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, deve fracassar. Irmão bastardo do programa “Nota Paulista”, criado pelo mesmo Mauro Ricardo, porém quando este era secretário da fazenda do Estado de São Paulo. Tudo exatamente igual: 30% de reembolso, sorteio de prêmios, propaganda a dar com pau e um estado tão quebrado por conta dos desfalques causados pela corrupção quanto São Paulo.  ... 

Leia mais

7 de agosto de 2015
por Esmael Morais
11 Comentários

Garganta Profunda de Londrina: Que “nobres” motivos levaram o primo de Beto Richa tantas vezes ao Panamá?

Garganta Profunda de Londrina, o nosso "Julian Assange das Araucárias", trazem novos e precisos relatos que causam tremor no Centro Cívico; principal informante do Blog do Esmael dentro do Palácio Iguaçu, na antessala do governador Belo Richa (PSDB), revela datas e até os números de voos do primo não tão distante Luiz Abi Antun para o Panamá; país da América Central, além de conhecido pelas "lavanderias", agora também se destaca na hospedagem de sites anônimos para ataques covardes contra jornalistas e blogueiros não-alinhados ao tucanato paranaense; abaixo, leia a íntegra do relato do mais famoso X-9 do Hemisfério.

Garganta Profunda de Londrina, o nosso “Julian Assange das Araucárias”, trazem novos e precisos relatos que causam tremor no Centro Cívico; principal informante do Blog do Esmael dentro do Palácio Iguaçu, na antessala do governador Belo Richa (PSDB), revela datas e até os números de voos do primo não tão distante Luiz Abi Antun para o Panamá; país da América Central, além de conhecido pelas “lavanderias”, agora também se destaca na hospedagem de sites anônimos para ataques covardes contra jornalistas e blogueiros não-alinhados ao tucanato paranaense; abaixo, leia a íntegra do relato do mais famoso X-9 do Hemisfério.

O indefectível Luiz Abi, que sempre esteve e sempre está em todas as paradas, viajou para o Panamá duas vezes em curto espaço de tempo. ... 

Leia mais

7 de agosto de 2015
por Esmael Morais
29 Comentários

Milton Alves: “O establishment político e empresarial já opera o afastamento da presidente Dilma”

Milton Alves*

A situação mudou de qualidade nas últimas horas. O establishment político e empresarial – a Fiesp e Firjan se pronunciaram a favor do tal governo de união nacional – operam o afastamento da presidente Dilma Rousseff. Não se trata mais de ajuste fiscal, a questão está condensada no terreno da política.

O PMDB, a ‘base parlamentar’ do governo e a oposição trabalham a solução do ‘parlamentarismo branco’ com Temer no comando. O tucanato arriou a bandeira do impeachment e agita, por ora, a bandeira de novas eleições para arrancar mais compromissos e também, ao mesmo tempo, acenar para os setores mais extremistas do seu campo.

O tal governo de ‘união nacional’ implica na manutenção do atual programa econômico(que todos concordam na sua aplicação), sem o PT. É a ‘união nacional’ excluindo o PT, como o Cunha já faz na Câmara dos Deputados. Será um golpe dentro da institucionalidade vigente. A estratégia principal agora é essa, o que Serra já vem pregando.

PDT e PTB formalizaram a saída da base do governo. O isolamento do governo é crescente, acelerado. O isolamento é uma sentença de morte na política. Lava Jato, contas da Dilma no TCU e as manifestações programadas são batalhas de acumulação dentro dessa estratégia geral.

O governo acuado precisa reagir dando um cavalo de pau ao contrário: demitir Levy e mudar a agenda econômica. Mas é uma operação que precisaria conquistar a antiga base social de apoio do lulismo, já que parte dela se desprendeu do governo Dilma/Levy. E talvez seja tarde. É uma situação que lembra uma ‘sinuca de bico’.

Os protestos de ontem (6) não se circunscreveram apenas às áreas ricas, ocorreram em São Paulo, por exemplo, no Morumbi(zona oeste e rica) e na Vila Mazei (zona norte, área popular). No Rio, em Copacabana e no Meyer (zona norte, área popular).

A covardia política e as ilusões conciliadoras da direção do PT e do governo, também contribuíram para o agravamento do atual quadro político.

*Milton Alves é ativista social e dirigente do PT de Curitiba.

Leia mais

7 de agosto de 2015
por Esmael Morais
24 Comentários

Lula e Requião podem ser novidades na reforma do ministério de Dilma

Requiao_Dilma_LulaO ex-presidente Luiz Inácio Lula poderá ser uma das novidades na reforma do ministério da presidenta Dilma Rousseff. Ele é cotado para o Ministério das Relações Exteriores. A informação é do jornalista Gerson Camarotti, do portal G1. O objetivo seria garantir foro privilegiado ao petista, haja vista a intenção do juiz Sérgio Moro pedir sua prisão pela Operação Lava Jato. ... 

Leia mais

7 de agosto de 2015
por Esmael Morais
6 Comentários

Propaganda de austeridade de Richa desmente seu próprio governo

caixabDesde o início da semana, propagandas do governo do estado do Paraná sugerem aos paranaenses que o governo Beto Richa (PSDB) equilibrou as contas e terá dinheiro em caixa. O artifício principal seria o aumento da carga tributária do estado que, segundo o governador, favoreceu a composição dos cofres públicos que há tempos fechavam no vermelho.

Contabilizando um aumento de 89,98% no custo da energia elétrica repassada ao cidadão nos últimos 12 meses, somados ao aumento do ICMS de 12% para 18% em mais de 90 mil produtos no estado, sem esquecer dos 40% de reajuste no IPVA e os 20,5% de reajuste das taxas de água e esgoto somente neste ano, o mais caro do Brasil; o governador comemora a recomposição do caixa nas redes sociais. “O fato é que o ajuste fiscal beneficiou não apenas o Estado, mas também os municípios”, ressalta Richa em sua página no Facebook.

Com o desempenho apresentado, Beto Richa assegura um superávit de R$ 1 bilhão para 2016, o que significa, em meias palavras, dinheiro no caixa. Até aí tudo certo! O problema é que a conta não fecha quando comparados os dados de arrecadação de impostos entre janeiro e agosto de 2014 e no mesmo período em 2015.

De janeiro e agosto de 2014, o estado ultrapassou a marca dos R$ 15 bilhões em arrecadação. Hoje, a receita se mantém muito próxima, perto de R$ 14 bilhões e a conta passa a não fechar. Os dados são da Fazenda Pública, impostômetro e Governo Federal.

A constatação de que receita parecida no ano passado não asseguraram dinheiro em caixa no primeiro semestre de 2015 coloca o próprio governo em contradição. O Paraná iniciou o ano de 2015 com o caixa no vermelho e devendo mais de R$ 6 bilhões a fornecedores em todo o estado. Para “arrumar a casa” a história todo mundo conhece; “tarifaço” na luz, na água, no IPVA, no ICMS, o confisco de R$ 8 bilhões da Paraná Previdência, ato póstumo ao Massacre dos Professores, acompanhados do atraso no pagamento de salários e benefícios dos servidores. Um verdadeiro desastre, avaliaram os mais conceituados economistas do país. Leia mais

7 de agosto de 2015
por Esmael Morais
17 Comentários

Site anônimo ligado a Beto Richa ataca jornalistas e blogueiros no Paraná

Ao atacar a blogosfera progressista e não-alinhada ao Palácio Iguaçu, o governo do estado pretende desviar a atenção do escândalo bilionário da Refinaria Manguinhos. Segundo o jornalista e blogueiro Cícero Cattani, Richa e seu indefectível primo Luiz Abi usufruíram de diárias de R$ 5.113,50 no luxuoso Hotel Fasano, no Rio, pagas pela empresa fluminense no Carnaval de 2012. Agora Manguinhos é suspeita de sonegar a

Ao atacar a blogosfera progressista e não-alinhada ao Palácio Iguaçu, o governo do estado pretende desviar a atenção do escândalo bilionário da Refinaria Manguinhos. Segundo o jornalista e blogueiro Cícero Cattani, Richa e seu indefectível primo Luiz Abi usufruíram de diárias de R$ 5.113,50 no luxuoso Hotel Fasano, no Rio, pagas pela empresa fluminense no Carnaval de 2012. Agora Manguinhos é suspeita de sonegar a “bagatela” R$ 1 bilhão em impostos no Paraná, bem debaixo do nariz do tucano, com a conivência dos famigerados primos Abi e Richa.

O Blog do Esmael foi vítima de covarde ataque nas últimas horas de cibertucanos que operam a partir da “Tenda Digital”, um grupo de criminosos cibernéticos ligados ao governador Beto Richa (PSDB) e ao lobista Luiz Abi Antoun, primo do tucano, que esteve preso duas vezes por fraudes em licitação e cobrança de propina na Receita Estadual. ... 

Leia mais