helicoptero

| Comente agora

Paranaenses atravessam o estado de ônibus ou van para fazerem exames em Curitiba e em Campo Largo; além de correrem riscos nas estradas, eles têm que pagar o pedágio mais caro do mundo para chegar ao destino; promessa do governador Beto Richa (PSDB), na campanha de reeleição, era transportar doentes em helicópteros; segundo profissionais da área médica, hospitais regionais foram fechados e o serviço de atendimento aos servidores públicos, por meio do SAS, não funciona; “avião de rosca” do programa GRAER serve, portanto, para efeito de marketing e eventuais emergências.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.