Por Esmael Morais

PF terá que explicar por que blindou Serra no código Odebrecht. Polícia tucana ou republicana?

Publicado em 22/07/2015

No entanto, em relação a outros nomes que também contam com foro privilegiado, como o governador Geraldo Alckmin e o vice-presidente Michel Temer, também citados mas sem referência a pagamentos, não houve o mesmo cuidado.

As explicações devem ser dadas nesta quarta-feira 22. Também foram cobertos nomes de outros políticos, como José Eduardo Cardozo e Fernando Pimentel, mas apenas na menção a Serra havia uma referência a eventual pagamento.

Em nota, a assessoria do senador José Serra disse que ele “não tem a menor ideia do se trata”.