lula_mundo

| Comente agora

O pedido de abertura de inquérito, criminal, por suposto tráfico de influência “mostra que a vontade política de perseguir o ex-presidente atravessou a fronteira do razoável e deixou de ser uma questão individual ou do futuro do Partido dos Trabalhadores nas eleições de 2018”, afirma Paulo Moreira Leite, diretor do 247 em Brasília; “O esforço para atingir Lula, sem uma base jurídica consistente, representa um risco para as conquistas democráticas da sociedade”, acrescenta o jornalista, destacando, ainda, ser “ridículo” investigar um “ex-presidente que tem um empenho reconhecido, dentro e fora do país, para ampliar o mercado para as empresas e produtos brasileiros no exterior. Deveria ser aplaudido e não criticado”.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.