lula_inqueirto

| Comente agora

Despacho inicial do procurador Anselmo Lopes, que pediu investigação a partir de reportagem do jornal O Globo, pode ter sido motivado por orientação política, uma vez que ele, nas redes sociais, publicou várias manifestações contrárias ao PT e favoráveis ao senaor Aécio Neves (PSDB-MG) e à ex-senadora Marina Silva, em 2014; depois, quando o caso se tornou rumoroso, ele apagou as postagens, mas as mesmas foram recuperadas pelos advogados do ex-presidente; o mais grave, no entanto, foi a decisão do procurador Valtan Timbó de determinar a abertura de inquérito, atropelando a procuradora titular do caso; Timbó não era substituto e muito menos titular do caso; segundo os advogados de Lula, que levarão o caso ao Conselho Nacional do Ministério Público, Timbó usurpou a atribuição em busca de notoriedade e objetivos políticos.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.