reinaldo_coluna_sude

| Comente agora

Reinaldo de Almeida César, em sua coluna desta quarta-feira (22), vê momento histórico para autoafirmação da Polícia Civil do Paraná a partir da operação “Quadro Negro”, que resultou ontem na prisão de empresário e ex-diretor da SUDE; colunista cita o exemplo da atuação “doa a quem doer” das operações da Polícia Federal; pelo caráter abjeto da corrupção (desvio de dinheiro da educação), conjectura o ex-secretário da Segurança Pública, em eventual processo revolucionário, os autores seriam sumariamente fuzilados; ao tempo que exalta o NURCE/Polícia Civil, Almeida César estranha o fato de o governador Beto Richa (PSDB) ter demitido o enxadrista Jaime Sunye Neto, que denunciou o roubo; “Deveria condecorá-lo com a Ordem do Pinheiro do Paraná, pela sua história de vida, que sempre honrou o Paraná. Já vi gente com muito menos brilho e sem nenhum razão, de forma surpreendente e injustificada, receber tal honraria”, testemunha; leia o texto e compartilhe.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.