Por Esmael Morais

Coluna do Enio Verri: O financiamento de campanha e o resgate da credibilidade na política

Publicado em 07/07/2015

Não se pode negar que as dificuldades no sistema eleitoral não recaem, exclusivamente, no modelo de financiamento de campanha, porém, encontra-se em seu núcleo acordos que abrem espaço para privilégios que beiram a ilegalidade.

No intuito de regulamentar o financiamento eleitoral e de reduzir as disparidades entre competidores, o Partido dos Trabalhadores defende o financiamento público de campanha ou, pelo menos, a limitação de doações individuais. Uma inversão do modelo atual. cuja o financiamento de grandes corporações prevalece.

Uma medida que não somente segue os princípios ideológicos da agremiação, como também, prevê o equilíbrio entre lideranças com poder econômico e populares sem acesso a recursos massivos. Atualmente, os parlamentos estão compostos por uma elite política e econômica.

O PT mantém seu compromisso ideológico. Seu compromisso com a transparência, representatividade na política, avanços sociais e responsabilidade com a população brasileira.

*Enio Verri é deputado federal, presidente do PT do Paraná e professor licenciado do departamento de Economia da Universidade Estadual do Paraná. Escreve nas terças sobre poder e socialismo.