Gleisi_Mulheres

| Comente agora

Gleisi Hoffmann, em sua coluna desta segunda-feira (20), destaca a luta das mulheres pelo direto de serem votadas no Brasil; ela recorre ao filme Suffragette, com a atriz Maryl Streep, para também dizer que “não queremos destruir as leis, queremos fazer as leis” e o direito de votar e sermos votadas; colunista conta que comissão especial do Senado aprovou reserva de cadeiras às mulheres no Congresso Nacional; “Conseguimos, a duras penas, garantir 10% para 2016, 12% para as eleições de 2018 e 16% para as de 2020”; Gleisi sai em defesa da presidenta Dilma Rousseff, que, segundo ela, “uma mulher que vem sendo sistematicamente agredida, desrespeitada, insultada, mas, diferente de muitos homens, enfrenta os desafios de cara limpa, com retidão e coragem”; registra; “A defesa da democracia e das conquistas que tivemos até agora nos exortam a seguir sempre em frente, com coragem, equilíbrio, respeito e determinação”, orienta a senadora; leia o texto e compartilhe.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.