15 de julho de 2015
por Esmael Morais
25 Comentários

Além do governador Beto Richa, Gaeco pede investigação da secretária de Administração por fraude em licitação

Dinorah_RichaPromotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) pediram nesta quarta-feira (15) abertura de investigação da secretária de Estado da Administração e Previdência, Dinorah Nogara, nos crimes praticados na Operação Voldermort. Como ela tem foro privilegiado, a solicitação foi encaminhada ao procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia, chefe do Ministério Público do Paraná. ... 

Leia mais

15 de julho de 2015
por Esmael Morais
10 Comentários

Justiça do Paraná manda enjaular tucanos e aliados que fraudaram SUS

A juíza Susan Nataly Dayse Perez da Silva, da comarca de Dois Vizinhos, na região Sudoeste, proferiu sentença condenatória contra uma quadrilha liderada por vereadores que fraudava o Sistema Único de Saúde (SUS) no município.

O vereador Carlinhos Turatto (PP), que na época dos delitos, em 2012, era secretário Municipal de Saúde, foi condenado a 26 anos em regime fechado; o também vereador José Carlos Ventura (PSDB) foi apenado a 5 anos de reclusão.

Além dos dois parlamentares, foram sentenciados servidores da Prefeitura de Dois Vizinhos e do Hospital Pró-Vida. São eles: Ademir Sbardelotto (10,3 anos), Maria Mezalira (5,6 anos), Lenir Maier Goetert (4 anos) e Tatiany Burgrever de Souza (7,5 anos).

Na sentença, a magistrada apontou uma série de crimes que vão desde a cobrança por exames do SUS, passando pela venda de dentadura, chegando a tentativa de corrupção e coação de testemunhas do processo.

Veja a seguir um vídeo de 2012 em que as denúncias são apresentadas em uma matéria da TV Tarobá de Londrina, uma afiliada da Rede Bandeirantes:

As investigações iniciaram após as denúncias veiculadas pela TV. Pacientes que pagaram por exames e sofreram ameaças foram ouvidos pela Comissão Permanente de Fiscalização de Leitos da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná, que foi um desdobramento da CPI do SUS da Assembleia. As denúncias foram encaminhadas ao Ministério Público que abriu o processo criminal. Além dos seis condenados, dois réus foram inocentados.

Como a condenação foi em primeira instância, ainda cabe recursos aos condenados.

Confira abaixo a íntegra da sentença com o detalhamento dos crimes praticados pela quadrilha:

http://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2015/07/sentença-2.pdf

Leia mais

15 de julho de 2015
por Esmael Morais
9 Comentários

Cotado para a Casa Civil, Rossoni vira alvo de “fogo amigo” disparado do Palácio Iguaçu

Eduardo Sciarra deverá ser indicado para a Representação do Paraná em Brasília; Rossoni é cotado para assumir a Casa Civi; objetivo da mudança seria preparar o projeto eleitoral do PSDB para 2016.

Eduardo Sciarra deverá ser indicado para a Representação do Paraná em Brasília; Rossoni é cotado para assumir a Casa Civi; objetivo da mudança seria preparar o projeto eleitoral do PSDB para 2016.

O deputado federal Valdir Rossoni (PSDB) virou alvo preferencial de “fogo amigo” disparado do próprio Palácio Iguaçu. Nas últimas horas, os e-mails das redações entupiram com denúncias contra o “biscatão” das araucárias.  ... 

Leia mais

15 de julho de 2015
por Esmael Morais
3 Comentários

Em solidariedade a educadores, vereadores podem reduzir próprios salários para R$ 980 no interior do PR

Vereadores platinenses falam agora em reduzir o salário para R$ 980, valor do salário mínimo projetado para janeiro de 2016; prefeito Pedro Claro (DEM) cogita vetar aumento que eleva o salário dele para R$ 22 mil, maior que o vencimento da maioria dos professores; ideia de parlamentares, ao voltar atrás no aumento, é solidarizar-se com os educadores que tiveram reajuste 8,17% vetado pelo governador Beto Richa.

Vereadores platinenses falam agora em reduzir o salário para R$ 980, valor do salário mínimo projetado para janeiro de 2016; prefeito Pedro Claro (DEM) cogita vetar aumento que eleva o salário dele para R$ 22 mil, maior que o vencimento da maioria dos professores; ideia de parlamentares, ao voltar atrás no aumento, é solidarizar-se com os educadores que tiveram reajuste 8,17% vetado pelo governador Beto Richa.

Apenas dois dias depois de aprovarem um reajuste que dobrava os salários do prefeito, do vice e deles mesmos, os vereadores de Santo Antônio da Platina, Norte Pioneiro, perceberam que a notícia causou grande revolta da população e resolveram voltar atrás. Eles recuaram também da intenção de aumentar o número de cadeiras na Câmara, que tem nove vagas e passaria a treze. ... 

Leia mais

15 de julho de 2015
por Esmael Morais
24 Comentários

No bico do corvo, Eduardo Cunha promete retaliação contra o Planalto

do Brasil 247
cunha_corvoA Operação Politeia, da Lava Jato, que realizou buscas e apreensão contra três senadores, deixou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) em alerta.

Ele confidenciou que espera ser denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e promete retaliar o Planalto – em referência ao depoimento do executivo Júlio Camargo, que fez acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal.

O peemedebista teria avisado o vice-presidente Michel Temer (PMDB) que irá instalar CPIs prejudiciais ao governo na volta do recesso parlamentar: a do BNDES e a dos fundos de pensão. Leia mais

15 de julho de 2015
por Esmael Morais
6 Comentários

Paraná Pesquisas divulga intenção de votos para a Prefeitura do Rio

murilo_rio_2016O presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, aos poucos, vai ganhando o Brasil. Para ele o céu é o limite, assim como é para o condor. Nesta semana, por exemplo, o instituto paranaense pesquisou a intenção de votos para a Prefeitura do Rio de Janeiro. O levantamento foi publicado na edição desta quarta-feira (15) do jornal O Dia.

Segundo a sondagem, o senador Marcelo Crivella (PRB) lidera pesquisa de intenções de voto para a Prefeitura carioca em 2016. Ele aparece com 32,2%, seguido pelo senador Romário (PSB), com 27,6%. A margem de erro é de 3,5%, o que os coloca em empate técnico no limite da margem de erro.

Atrás de Crivella e Romário está o deputado estadual Marcelo Freixo (Psol), com 13,2%. Em seguida vem a federal Clarissa Garotinho, com 6,5%. O preferido do prefeito Eduardo Paes (PMDB), o secretário executivo de coordenação do governo do Rio, Pedro Paulo (PMDB), tem só 3%.

Abaixo, veja o infográfico: Leia mais

15 de julho de 2015
por Esmael Morais
15 Comentários

Depois de novo calote nos professores, Beto Richa agora “dá chapéu” em aluguel de imóveis no interior do PR

tadeu_richa_fulvioNão se sabe o destino do dinheiro arrecadado pelo tesouro estadual, pois, segundo o deputado Tadeu Veneri (PT), a arrecadação cresceu 14% este mês em relação a junho do ano passado. Com as burras cheias, o governo Beto Richa (PSDB) teria condições de pagar os 8,17% de reajuste aos professores e servidores do executivo, negado pela Assembleia, e não precisaria cancelar o PDE (Programa de Desenvolvimento Educacional). ... 

Leia mais

15 de julho de 2015
por Esmael Morais
20 Comentários

Coluna do Reinaldo de Almeida César: Cadetes da PM são constrangidos a dançar valsa em bailes de debutantes

Reinaldo de Almeida César*

A Gazeta do Povo, em matéria de capa no último sábado, traz a dura verdade sobre o desmantelo da segurança pública em nosso Estado.

Desde 2010 eu tenho falado e escrito que há uma equação dramática a ser enfrentada pelo governo. A população do Paraná cresce em proporção inversa ao do efetivo policial do nosso Estado. Na mesma medida do crescimento da população, só mesmo o incremento da taxa dos crimes violentos, homicídios, latrocínios, roubos e crimes sexuais.

Em outras palavras, população e crimes em franco crescimento, e na outra ponta efetivo policial cada vez menor. Se estivéssemos visualizando um gráfico, seriam setas nítidas, carregadas em tintas, em sentido contrário.

Também perdi a conta das vezes em que já alertei que o Paraná é o pior estado da federação na relação entre delegados de polícia e população.

Volto a dizer, o que tantas vezes já disse. Há comarcas no Paraná sem a presença de delegados. Isso é gravíssimo.

Na mesma matéria da Gazeta, fala-se em “vaquinha” de comerciantes locais para conserto de viatura da PM, na falta de material em carceragens e delegacias e na nomeação de escrivães “ad hoc” para trabalhar em inquéritos, cedidos pelas prefeituras. Um horror.

Como bem lembrou, na mesma reportagem, Claudio Marques Rolim e Silva, presidente do sindicatos dos delegados – um dos mais combativos e inteligentes líderes sindicais que conheci até hoje – no Paraná “alguns poderes nadam em dinheiro, enquanto um serviço básico, como a segurança pública, está à deriva, representando um risco à sociedade”.

Enquanto assistimos ao desmantelo da segurança pública, com assaltos a bancos em Borrazópolis, onde quase 50 reféns foram usados como escudo humano, num quadro de cangaço moderno, cadetes oficiais da PM são obrigados e constrangidos a dançar valsas em festas de debutante. É o fim dos tempos.

***

Já passou da hora do governo confirmar a posse efetiva de Wagner Mesquita na função de Secretário de Segurança, dando-lhe condições orçamentárias e materiais para desempenhar essa dura missão.

Um bom começo, seria enfim convocar os aprovados nos concursos da PM e os selecionados no concurso de delegado da Polícia Civil, todos aptos a prosseguir nos atos de chamamento, nomeação e posse.

Se nada for feito, com investimentos vigorosos nesta área da segurança pública, o Programa PARANÁ SEGURO, lançado em agosto de 2011, será apenas uma logomarca, concebida pelo talento criativo dos irmãos Nenê e Gugu Guimarães, da G8.

Pior que isso, será apenas uma logomarca que, desbotada e esmaecida, poderá revelar um engodo.

***

Os áulicos do poder ficaram ouriçados com o que escrevi na semana passada sobre os movimentos de Gustavo Fruet e Ratinho Junior e, mantendo a vocação para carregar a liteira no Palácio, logo se apressaram em perguntar, com ironia, se eu seria secretário de Fruet.

Não, não serei. Lamento desapontá-los.

A minha amizade sincera com Gustavo Fruet faz com que ele seja poupado deste convite, por ele mesmo saber que eu jamais aceitaria. Felizmente, estou imunizado por um insuperável desinteresse de participar novamente de qualquer gestão pública.

É fato que o prefeito Gustavo Fruet honra-me com uma amizade pessoal e familiar há mais de trinta anos, originada na convivência na Faculdade de Direito e no movimento estudantil, nos nossos “verdes anos”, como diria o escritor paraibano José Lins do Rego.

Diga-se, de passagem, amizade que nunca foi abalada ou interrompida, a qualquer título ou a qualquer tempo.

Nem mesmo quando, em 2012, dias antes de sua filiação ao PDT para disputar o cargo de prefeito, tentei demovê-lo dessa ideia, a pedido do Palácio, numa longa conversa na minha residência. Jamais vou me esquecer o que ele, profético, me disse na ocasião, e que se confirmou logo ali na frente. Deixa pra lá, isso é tópico para um livro de memórias que ando escrevendo.

Estivemos juntos em momentos felizes, quando transmiti a ele a presidência do Centro Acadêmico “Hugo Simas” ou quando colamos grau, mas também em momentos tristes e de superação. Leia mais