Polícia Federal deverá investigar corrupção na educação do Paraná

Compartilhe agora!

O blogueiro Odair Matias, de Cornélio Procópio, relaciona entre as obras inacabadas a da Escola Wllian Madi, localizada no Jardim Figueira; Polícia Federal deverá entrar nas investigações na semana que vem a pedido do MEC/FNDE.
O blogueiro Odair Matias, de Cornélio Procópio, relaciona entre as obras inacabadas a da Escola Wllian Madi, localizada no Jardim Figueira; Polícia Federal deverá entrar nas investigações na semana que vem a pedido do MEC/FNDE.
O Ministério da Educação (MEC) e o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) deverão pedir na semana que vem a entrada da Polícia Federal (PF) nas investigações de desvios de recursos de obras escolares não executadas pela Secretaria de Estado da Educação do Paraná (SEED).

De acordo com denúncias veiculadas em primeira mão pelo Blog do Esmael, o tesouro estadual teria efetuado o pagamento a empreiteiras, relativos a contratos e aditivos, mesmo sem a construção e a reformas de escolas previstas.

O foco das investigações está no Instituto de Desenvolvimento Educacional (Fundepar), órgão vinculado à SEED, que era presidido pelo amigo e parceiro de tênis do governador, Maurício Jandoi fanini Antonio. Estima-se que o valor surrupiado ultrapasse R$ 30 milhões, mas há suspeita de mais desvios em outras obras ligadas à educação.

O governo Beto Richa (PSDB) anunciou que já investiga o caso por meio do Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos (Nurce), vinculado à Polícia Civil, mas a PF deverá entrar no caso porque os convênios para a construção de escolas envolvem recursos federais.

Compartilhe agora!

Comments are closed.