Artigo de Marcelo Araújo: “Dia dos Namorados sem cobertor”

O Advogado Marcelo Araújo, presidente da Comissão de Trânsito, Transporte e Mobilidade da OAB/PR e colunista do Blog do Esmael nas terças-feiras, em artigo especial, aborda a polêmica do recolhimento dos cobertores e agasalhos de moradores de rua em Curitiba, flagrado em uma fotografia publicada nas redes sociais. Abaixo, leia a íntegra.

O Advogado Marcelo Araújo, presidente da Comissão de Trânsito, Transporte e Mobilidade da OAB/PR e colunista do Blog do Esmael nas terças-feiras, em artigo especial, aborda a polêmica do recolhimento dos cobertores e agasalhos de moradores de rua em Curitiba, flagrado em uma fotografia publicada nas redes sociais. Abaixo, leia a íntegra.

Marcelo Araújo*

Na noite desta quarta-feira o prefeito Gustavo Fruet fez um discurso emocionado na festa de aniversário de 98 anos do Instituto dos Advogados, no qual sentenciou que estará em franca vantagem eleitoral quem tiver menos denúncias, gabando-se de contar com umas 60 ações civis públicas contra si, mas nenhuma criminal.

Nesse mesmo dia houve flagrante do caminhão da Prefeitura recolhendo agasalhos e cobertores de moradores de rua. Estivéssemos em Fortaleza não passaria de um reconhecimento de incompetência na função social do executivo, representado pela FAS, mas em Curitiba poder-se-ia qualificar de ‘limpeza étnica’ ou ‘genocídio’. O primeiro se caracteriza pela remoção forçada de determinado grupo (uma espécie de deportação) e no outro é o homicídio de determinado grupo.

Se considerarmos que não foram os moradores de rua colocados num caminhão de lixo, para serem levados a outra cidade, e sim sua singela proteção ao frio; que em Curitiba há pessoas que morrem de frio, seja por omissão ou por essa ação deliberada, creio que a primeira ação criminal poderia ser intentada, na modalidade da tentativa devido ao ‘veranico’ que passamos.

No mesmo discurso o prefeito falou emocionado pelo prédio da Prefeitura ter servido de célula de proteção e atendimento a manifestantes agredidos pelo Governo do Estado. Pois agora, enquanto o prefeito tira agasalhos dos menos favorecidos, o Governo Estadual pelas mãos da Secretária do Trabalho e Desenvolvimento Social Fernanda Richa está com a agenda lotada no dia dos namorados, em Antonina, Campina Grande do Sul e Curitiba para distribuição de cobertores.

Para tentar isentar-se de responsabilização e pela repercussão negativa, que passaria em branco se alguém não tivesse feito o registro fotográfico, a Prefeitura ‘confessa’ o crime e tenta fazer uma delação premiada abrindo uma sindicância para apurar responsabilidades.

Ora, a prefeitura já se mostrou omissa em não apresentar o responsável pela perda das 60 mil notificações de multas que se tentou fraudar, premiou com novo cargo o besuntador de carros estacionados irregularmente, agora quer mostrar indignação por algo que é de sua responsabilidade, e da pessoa com quem compartilha o mesmo teto e o mesmo quarto. Cada um comemora o Dia dos Namorados como sabe, uns embaixo dos cobertores e outros tirando os cobertores.

*Marcelo Araújo é advogado, presidente da Comissão de Trânsito, Transporte e Mobilidade da OAB/PR. Escreve nas terças-feiras para o Blog do Esmael.

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. BADGER HONEY, que Deus não seja leitor do Blog e se for que não se atente ao seu comentário. Não se pode prever as provações que a vida impõe, e muito menos julgar os motivos que outro ser humano está cumprindo sua missão. Não seja assim com seus semelhantes, não encontre tuas qualidades nos defeitos dos outros.

    Luiz, ninguém está muito preocupado com minha reputação além de mim e eu assumo as coisas que escrevo pois são as que eu acredito. Você está me convocando para bater em cachorro que já está apanhando o suficiente, enquanto outro tenta passar ileso de barbaridades. Me considero o primeiro a ter coragem de desmascarar essa ‘fruetcatrua’, alguém tem que assumir essa missão. Foi ele mesmo que me convocou a isso. Ele me obrigou a ser um fiscal de suas ações. Não estou nem aquém nem além do que ele me pediu, o próprio Gustavo.

  2. a márcia fruet não tem coração e capacidade para ser presidenta da fas, não é a primeira vez que moradores de rua curitiba são tratados com desrespeito e desprezo.

  3. Ora Marcelo, pare com esse ataque descarado ao prefeito.

    A Policia Militar já admitiu publicamente que foi ela quem solicitou e utilizou o caminhão. Por que disso o senhor não fala?

    Faça um favor para nós, leitores, e a si próprio: volte a escrever de multas. Seu lado político tem manchado a boa reputação que tinha nesta cidade.

  4. Fernanda Richa doando cobertores adquiridos com dinheiro dos fiscais da receita? Ela podia aproveitar e dar o paradeiro do primo distante, ex-sócio dela em uma faculdade, que o irmão dela se refere como governador de fato.

  5. O pior é a desculpa que a prefeitura deu, e ainda pediu para a população não dar coisas, não ajudar os pobres coitados, que isso reforçaria a condição deles de ficar na rua. Me pergunto: E a Marcia Fruet na Fas, dando colchão para os moradores de rua….Isso não é reforçar a condição deles?

  6. Esse é um banana, acabando com a cidade!

  7. esta tal fulana ai fernanda richa ,a mesma que em plena companha da nora do rossoni estiveram em bituruna .entregando cobertores,para os pobres.digo so para os esquesidos em plena companha catiane rossoni.so para lembrar ,este tl catiane rossoni.foi cassada,ainda bem.os pobres perderam os cobertores uma pena.ironico nao?

  8. Qual é????… essa mendigada importada de Joinville e São Paulo estão empestiando Cwb… fora com esses vagabundos que não querem pagar impostos… chega dar nojo andar pelo centro… daqui uns dias estão esfaqueando os curitibanos para fumar uma pedra de crack.