UFPR promove “julgamento” de Richa, Francischini e demais responsáveis pelo “Massacre dos Professores”

julgamA Faculdade de Direito e o Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Paraná (UFPR) promovem nesta sexta-feira (8), às 18h30, no Teatro da Reitoria da UFPR, o julgamento do governador Beto Richa (PSDB), do secretário de Segurança Pública, Fernando Francischini (SSD), e dos demais envolvidos no “Massacre dos Professores” ocorrido no dia 29 de abril, no Centro Cívico de Curitiba.

O evento visa suscitar o debate acadêmico no meio jurídico e nos movimentos sociais sobre a utilização da força policial pelo governo do Estado que resultou em mais de duzentos feridos, a grande maioria professores.

O julgamento terá uma fase em que os fatos serão relatados por atores diretos dos eventos e também pelo Estado, que será notificado para tal; uma fase em que um colegiado de julgadores fará considerações, em vista dos fatos relatados; e uma fase de decisão, tomada pelo colegiado de julgadores, com a leitura de um documento com eventuais encaminhamentos.

Antes das considerações do colegiado de julgadores, serão lidas manifestações de Fabio Konder Comparato (jurista, USP) e Flavia Piovesan (jurista, PUC-SP), elaboradas especialmente para a ocasião.

O colegiado dos julgadores será composto por Celso Antonio Bandeira de Mello (jurista, PUC-SP), Jorge Luiz Souto Maior (jurista e magistrado, USP), Kenarik Boujkian (desembargadora, TJSP, ex-presidente da associação dos Juízes para a democracia), Pedro Rodolfo Bodê de Moraes (sociólogo, UFPR) e Larissa Ramina (Doutora em Direito Internacional pela USP).

Comentários encerrados.