Por Esmael Morais

Richa humilha educadores em greve ao encerrar unilateralmente negociação; vem aí nova megamarcha na terça

Publicado em 14/05/2015

Ou seja, o governo encerrou uma negociação que ele mesmo se negou a iniciar.

Isso tudo faz parte de ofensiva de criminalização do movimento dos servidores. O governador investe pesado em publicidade tentando agradar os órgãos de imprensa e manipular a opinião pública.

Segundo a secretária de Finanças da APP-Sindicato, professora Marlei Fernandes, essa proposta é um insulto. “O governo chegou ao fundo do poço no desrespeito aos servidores e à educação pública”. Ela garante que a greve continua e adiantou que na próxima terça-feira (19) os professores vão realizar uma grande manifestação em Curitiba. “Estamos convidando os estudantes, os pais, a comunidade e os servidores de outras categorias para marcharmos juntos em defesa da educação”, completou.