Por Esmael Morais

Executiva do PMDB aprova saída do governo Beto Richa

Publicado em 04/05/2015

Requião afirmou ao Blog do Esmael que o “aviso prévio” de trinta dias está previsto nos estatutos partidários.

A resolução peemedebista complica ainda mais a situação de Beto Richa, pois se trata da segunda maior bancada na Assembleia — com 8 deputados — que certamente se perfilará à oposição.

Leia a íntegra da decisão do PMDB:

“Qualquer filiado ocupante de cargo em órgão, função, entidade, organismo ou subórgão do PMDB, titular ou suplente, independente do nível hierárquico ou estrutura interna, não poderá ocupar cargo ou função de confiança relacionados direta ou indiretamente ao Governo do Estado do Paraná, enquanto comandado pelo PSDB, sob pena de processo ético, inclusive com a suspensão cautelar de todas as funções partidárias, mediante formalização de representação por qualquer filiado ou instaurada de ofício pela Comissão Ética do Diretório Estadual, facultado o prazo de 30 (trinta) dias, a partir da publicação desta Resolução, para aqueles ocupantes de cargos ou funções junto ao Governo do Paraná venham a efetivamente se desligar, devendo promover comunicação formal ao Diretório Estadual com cópia do decreto de exoneração ou ato equivalente que demonstre seu desligamento definitivo.”