Por Esmael Morais

“Engraçado, o barulho das bombas em 29 de abril não atrapalhou o confisco da previdência pela Assembleia”

Publicado em 19/05/2015

Agora — engraçado mesmo, como diz a professora –, o “barulho” nas galerias foi capaz de amedrontar o “douto” plenário da “Casa do Povo”.

Nunca é demais lembrar como votaram os deputados naquela barulhenta e sangrenta sessão cujo placar foi de 31 a 20 (clique aqui para conferir).