Copel despenca 17 posições no ranking de continuidade do serviço, diz Aneel

Publicado em 20 maio, 2015
Compartilhe agora!

richa_copelA Copel Distribuição perdeu 17 posições no ranking nacional de continuidade do serviço. A empresa paranaense estava na quinta posição, em 2011, e apareceu na vergonhosa 22ª posição no ano passado, conforme nota técnica da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Em 2011, a empresa tinha registrado os menores índices de desligamentos não programados em toda a sua história.

A piora do desempenho no ranking que mede a qualidade de distribuição de energia coincide com terceirizações de mão de obra na Copel e aumento na tarifa e rateio de lucros entre os sócios privados.

A Copel voltou ser notícia nacional esta semana por conta de declaração “supersincera” do secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, segunda qual o governo do Paraná pretende vender fatias da energética e da Sanepar – a companhia de água e esgoto do estado.

Depois do estrago feito, o governador Beto Richa (PSDB) veio a público negar que a opinião do secretário fosse a opinião do governo. No entanto, Mauro Ricardo continuou no cargo e – pelo jeito – é quem realmente manda no caixa e no governo do Paraná.

Resumo da ópera: sob o “choque gestão” dos tucanos, Copel e Sanepar — a joia da coroa — caminham a passos largos rumo ao cadafalso da privatização; depois de os servidores público perderam os ativos de sua poupança previdenciária com o confisco, agora será a vez de todos os paranaenses serem tungados com a perda do patrimônio pela má gestão de Beto Richa.

Compartilhe agora!

Comments are closed.