Coluna do Requião Filho: Pelo fim da velha política, #ForaBetoRicha

requiao_colunaRequião Filho*

Pedido de investigação. Requerimento de informação. Pedir a renúncia de Beto Richa. Cogitar a cassação do governador por crime eleitoral. Todos estes atos do meu mandato têm sido atribuídos a minha pouco idade e a fato de eu ser político de primeira legislatura. Não! Pode ter certeza que não.

Traço o meu caminho político e a minha atuação na Assembleia de acordo com aquilo que acredito. Me dizem que não terei resultados, que o jogo não é assim.

Não me elegi para jogar o jogo da velha política. Me elegi acreditando que era possível mudar as regras desse jogo. Se não for possível mudar as regras, com certeza, não irei segui-las.

Os políticos resignados, os velhos políticos de velhas ideias, os políticos da politicagem, estes sim não deveriam mais estar em cena.

Vejam o governador Beto Richa. Relativamente novo de idade, uma promessa de uma nova liderança, e o que temos na realidade? Temos um jovem governador praticante da velha política, praticante da politicagem, que joga nas regras do jogo sujo e vil que mancha a história do nosso estado.

Um governador autoritário. Um governador que mandou surrar professores em praça pública. Um governador que não aceita opiniões contrárias à suas.

Um governador do diálogo que não aceita discutir a data-base. Essa recusa pode custar ao governador a sua base na Assembleia. A esperança é a última que morre.

Fiscalizar e legislar, são estes os deveres do poder legislativo. Às vezes parece que a Assembleia se esquece disto.

Requerer informações, abrir CPIs, debater e questionar as mensagens do governo, apresentar projetos de lei e discuti-los em várias comissões, trabalhar em prol do interesse do povo paranaense, tudo isso se perde pra que tenha espaço a velha política… politicagem dos politiqueiros… Aquela do toma lá dá cá. Aquela velha história de troca de favores, indicações, se sobrepõe aos interesses legítimos do nosso estado.

Não faço parte desse jogo. Seja pela juventude, pelo primeiro mandato, pela teimosia ou pelo romantismo utópico da minha visão política! O que importa é que as regras desse jogo eu não sigo.

*Requião Filho é advogado, deputado estadual pelo PMDB, vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa do Paraná, especialista em políticas públicas.

Comentários encerrados.