22 de maio de 2015
por Esmael Morais
26 Comentários

Servidores em greve fazem protesto para deputado “broxar” no dia do casamento; assista ao vídeo

amaral_jeitosoO deputado Tiago Amaral (PSB), da base governista, foi à “forca” nesta sexta-feira (22). Ele até esperava um “não” da noiva, a engenheira agrônoma Juliana Yagushi, mas jamais esperava uma torcida para que broxasse justamente no dia de seu casamento em Londrina. ... 

Leia mais

22 de maio de 2015
por Esmael Morais
37 Comentários

Presença de “interventor do PSDB nacional” nas finanças do PR amplia crise no governo Richa

O impasse na data-base do funcionalismo público estadual, potencializado pela intransigência e truculência do governador Beto Richa (PSDB), está empurrando os servidores para uma greve geral sem precedentes na história do Paraná. O movimento pode paralisar por completo, a partir da semana que vem, um governo que já vinha combalido pela inoperância e incompetência dos seus comandantes.

Além dos professores e servidores da rede pública de ensino e dos professores e servidores das universidades estaduais, que já estão em greve há três semanas, o movimento só tende a crescer.

Neste sábado (23), a greve geral terá a adesão dos agentes penitenciário; a partir de segunda-feira (25) param os servidores das secretarias de Agricultura e Meio Ambiente, além dos servidores da parte administrativa das penitenciárias estaduais. Esse contingente de braços cruzados representa aproximadamente 80% do serviço público estadual.

O governador se recusa a negociar uma diferença de 3,17 pontos percentuais na reposição das perdas do ano na data-base dos servidores. Ou seja, uma margem pequena, que em situações normais de negociação trabalhista seria dirimida rapidamente. A APP-Sindicato até pediu ontem (21) ‘intervenção federal’ no imbróglio, dada a incompetência do tucanato para solucionar a crise.

Fora a data-base, o secretário da Fazenda importado, Mauro Ricardo Costa acena com a venda de ‘fatias’ da Copel e da Sanepar, antecipação de renovação de concessões de pedágio, entre outras formas de fazer caixa a qualquer custo. Tudo isso poucos dias após a aprovação do confisco da previdência dos servidores. Será que a crise financeira do Paraná é tão séria? Quem entende dos números garante que não.

Aliás, não é à toa que os servidores em greve estão apertando o cerco em torno do secretário Mauro Ricardo, da secretaria e das delegacias da Receita Estadual. Pois é a Receita/Fazenda estadual o foco das principais denúncias de corrupção do governo, bem como a origem das ordens de arrocho, calote e confisco do governo contra seus servidores.

Mas se Mauro Ricardo foi “importado” da Bahia para “resolver” os problemas de caixa no governo, por que ele não está à frente das negociações e encaminhamentos salariais e de benefícios do funcionalismo?

Há quem afirme que Mauro Ricardo foi designando pelo núcleo duro do PSDB nacional como um “interventor” no governo paranaense para fazer caixa e bancar projetos futuros dos tucanos.

O atual xerife das finanças paranaense fora indicado a dedo pelos cardeais nacionais do PSDB, entre eles o senador José Serra, ex-governador de São Paulo, e o senador mineiro Aécio Neves. Os dois parlamentares tucanos são, inclusive, os principais conselheiros de Richa nesse momento de turbulências políticas no Paraná.

Na realidade, não existiria a tal crise financeira no Estado. Os sucessivos calotes em fornecedores e servidores foram feitos de caso pensado visando passar a ideia de um Estado quebrado, precisando de socorro. Seria a prerrogativa para ampliar o saque, implementando o confisco nas aposentadorias, congelando o salário dos servidores, e tudo mais que estamos acompanhando em tempo real pelo Blog do Esmael.

Leia mais

22 de maio de 2015
por Esmael Morais
30 Comentários

Justiça condena Richa a devolver R$ 2 milhões por contrato ilegal

richa_helicoptero_requiaoTwitterO número 2 parece perseguir o governador Beto Richa (PSDB). Primeiro veio a denúncia de R$ 2 milhões de propina, via Receita Estadual, para a sua reeleição. Depois contra a primeira-dama, Fernanda Richa, que também teria pedido R$ 2 milhões para promover auditores fiscais.

Agora, cabalisticamente, surge novamente o número. O juiz Guilherme de Paula Rezende, da 4.ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, condenou ontem (21) o governador a devolver R$ 2.082.150 ( dois milhões, oitenta e dois mil e cento e cinquenta reais) aos cofres públicos.

Além do tucano, foram condenados solidariamente a empresa Helisul Táxi Aéreo Ltda e o chefe da Casa Militar, Adilson Castilho Casitas.

A bronca tem a ver com o contrato de aeronaves em regime de emergência, sem licitação no ano de 2011.

Antes desta sentença do magistrado, o senador Roberto Requião (PMDB) sempre espezinhou o governador do PSDB sobre seu gosto pelos aviões de rosca.

Leia a íntegra da decisão judicial: Leia mais

22 de maio de 2015
por Esmael Morais
46 Comentários

Governo Richa promove ‘guerra suja’ nas redes sociais para desqualificar professores em greve. Cuidado!

tenda_prof_richa

O Palácio Iguaçu abriu as portas do inferno para conter a onda de simpatia em favor de educadores em greve há quase um mês no Paraná. O governo Beto Richa (PSDB) perdeu a compostura de vez ao acionar o submundo, os cibertucanos, para atacar a honra de professores e funcionários das 2,1 mil escolas no estado.

O objetivo dos palacianos é denegrir a imagem dos educadores, isolá-los, e minar o apoio que vêm recebendo da população para a causa.

Uma dessas vítimas do ciberterrorismo é a professora Lisângela Bueno Samistraro, de Paranaguá, Litoral. Conhecida como Lisa, ela relata que ciberterroristas entraram em seu perfil no Facebook e, a partir de fotos antigas, fizeram montagens como se fossem atuais. A professora conta que as mensagens foram enviadas para pais e alunos para minar o apoio à greve.

“Professora Lisângela Bueno Samistraro. Afiliada ao PT. Salário R$ 6.009,05. Curtindo uma greve. Seu filho está sem aula porque ela quer aumento”, diz o texto apócrifo cujos autores estão sendo rastreados pela APP-Sindicato.

Ao Blog do Esmael, professora Lisângela Bueno Samistraro adiantou que registrará na segunda-feira, dia 25, queixa-crime na delegacia de Crimes Cibernéticos de Curitiba.

Outra professora de Londrina, que não quis se identificar, disse que também teve fotos roubadas de seu Facebook. O texto na montagem segue o mesmo padrão: “Enquanto seu filho está sem aulas, olha o que está fazendo seu professor… que continua ganhando para não trabalhar…”. Leia mais

22 de maio de 2015
por Esmael Morais
36 Comentários

APP-Sindicato pede ‘intervenção federal’ na greve do Paraná

A bancada federal do Paraná no Congresso Nacional vai intervir na crise no governo Beto Richa (PSDB), em comum acordo entre oposição e situação.

O pedido partiu do professor Mário Sérgio Ferreira de Souza, secretário de assuntos jurídicos da APP-Sindicato, que foi recebido ontem (21) em reunião pela bancada federal em Brasília.

O dirigente da APP levou o pedido para a bancada ajudar a mediar a situação com o governo do Paraná. Beto Richa (PSDB) tem sido intransigente com os educadores em greve há quase um mês.

Os professores e funcionários de escolas e universidades, bem como demais servidores, pleiteiam reposição na data-base de 8,17%. O governo do estado propõe 5%.

A bancada decidiu criar uma comissão formada por 4 deputados que irão ao governador do Paraná para ajudar a resolver o impasse.

Participaram da reunião a senadora Gleisi Hoffmann (PT) e os deputados federais João Arruda (PMDB), Toninho Wandscheer (PT), Aliel Machado (PCdoB), Alex Canziani (PTB) e Leandre Dal Ponte (PV).

Leia mais

22 de maio de 2015
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ao vivo: “Baderna Cívica” na OAB-PR discute igualdade racial no país

Ao vivo: “Baderna Cívica” na OAB-PR discute igualdade racial no país

O advogado Mesael Caetano dos Santos, conhecido como “Advogado dos Pobres”, nesta sexta-feira (22), comandará na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Paraná, um seminário nacional sobre os “Desafios da Promoção de Igualdade Racial no Século XXI”.

O Advogado dos Pobres é presidente da Comissão de Igualdade Racial e de Gênero da OAB Paraná.

Dentre os debatedores estão Luislinda Dias de Valois Santos, a primeira desembargadora negra do país; José Vicente da Silva, reitor da Universidade Zumbi dos Palmares (SP); e Nizan Pereira, professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

O Blog do Esmael, em parceria com a TV 15, transmite o evento ao vivo para o Brasil e o mundo mais uma “baderna cívica”. Assista ao vivo:

A OAB também estará presente no dia 30 de maio – Dia da Cidadania, orientando a população sobre temas ligados à promoção e proteção dos direitos sociais, culturais, civis e políticos, bem como sobre a participação plena e igualitária em todos os aspectos da sociedade.

Leia mais

22 de maio de 2015
por Esmael Morais
15 Comentários

Petista protocola segunda-feira pedido de impeachment contra Richa

tarso_massacre_richaO advogado e blogueiro Tarso Cabral Violin vai à Assembleia Legislativa na segunda-feira, 25 de maio, às 13h30, protocolar o primeiro pedido de impeachment contra o governador Beto Richa (PSDB). Novamente, a “batata quente” recairá sobre o colo dos 54 deputados estaduais, que terão de manifestar-se acerca do documento.

O pedido plural e suprapartidário é encabeçado por advogados, professores, jornalistas, intelectuais, dentre outros profissionais. Os paranaenses também podem subscrever a petição que será enviada hoje à Assembleia clicando aqui.

Também corre na Procuradoria Eleitoral pedido de investigação da Polícia Federal, formulado pelo deputado Requião Filho (PMDB), de que propina da Receita Estadual teria robustecido de forma ilegal o caixa de campanha reeleitoral do tucano.

Filiado ao PT e presidente da presidente da Associação dos Blogueiros e Ativistas Digitais do Paraná – ParanáBlogs –, Tarso foi um dos mais de 200 feridos no massacre do dia 29 de abril, no Centro Cívico, durante a manifestação contra o confisco da poupança previdenciária de professores e servidores públicos do estado. Leia mais