13 de maio de 2015
por esmael
8 Comentários

PT e PMDB vão ao STF contra confisco da poupança previdenciária no Paraná

do Brasil 247
verri_requiao_profsOs diretórios nacionais do PT e do PMDB devem ir ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a sanção da lei estadual que alterou o plano de custeio da Paranaprevidência. Em paralelo, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) também pretende contestar no STF a decisão do Ministério da Previdência de não intervir no Paraná para derrubar a nova lei. O Ministério da Previdência considerou irregular a mudança no regime previdenciário dos servidores públicos estaduais. Segundo a pasta, a nova lei não atende a critérios de equilíbrio financeiro e atuarial do fundo de previdência do estado, que estaria comprometido com o novo plano de custeio.

A pasta disse que a nova lei repassa o ônus do pagamento das aposentadorias para as futuras gerações, além de estar em “frontal desacordo com a determinação do equilíbrio financeiro e atuarial” do sistema de previdência, como previsto na Constituição”. Além disso, a alteração não foi aprovada previamente pelo ministério, o que configuraria outra irregularidade.

“Vamos buscar na Justiça a reparação desse equívoco histórico do governo Beto Richa contra os professores e servidores estaduais”, disse o deputado federal Enio Verri (PT-PR) à Gazeta do Povo. O projeto ganhou repercussão nacional, depois que mais de 200 manifestantes ficaram feridos, no mês passado, aos arredores da Assembleia Legislativa, que votava a proposta.

13 de maio de 2015
por esmael
6 Comentários

Advogado dos Pobres: “127 anos depois do fim da escravidão, ainda há preconceito e desigualdade”

negros

O advogado Mesael Caetano dos Santos, conhecido como Advogado dos Pobres, presidente da Comissão de Igualdade Racial da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraná, em artigo especial para o Blog do Esmael, afirma que “127 anos depois do fim da escravidão, ainda há preconceito e desigualdade”.

“Não há como negar que ainda há um abismo social muito grande, fruto da escravidão”, observa o Advogado dos Pobres.

A seguir, leia a íntegra do artigo em alusão a data de 13 de Maio:

13 de maio de 2015
por esmael
18 Comentários

Espectro da ‘greve geral’ no Paraná volta a assombrar Beto Richa

greve_geral_richaO governo de Beto Richa (PSDB) perdeu a capacidade de negociar com o funcionalismo público do Paraná. A falta de credibilidade e de compromisso do tucanato com a coisa pública fica evidente quando o Palácio Iguaçu não apresenta propostas concretas para pôr fim às greves que paralisam os serviços no estado desde fevereiro.

Além do imbróglio da educação básica cuja greve completa hoje 17 dias, as universidades estaduais também seguem paralisadas pelo interior. Nesta quarta-feira (13), a Unicentro de Guarapuava e Irati aprovaram por unanimidade a continuidade do movimento por tempo indeterminada. A situação se repetiu em Ponta Grossa, onde a UEPG igualmente permanece em luto.

Assista ao vídeo:

Somados aos profissionais da educação básica e universitária, na semana que vem os trabalhadores da Sanepar igualmente cruzarão os braços contra Beto Richa. O movimento paredista tende a ganhar apoio de outras categorias do serviço público estadual.

13 de maio de 2015
por esmael
21 Comentários

Um dia após visitar Brasília, Beto Richa sofre derrotas na Câmara e Senado

richa_gleisi-senadoA maré não está para peixe, reconhece o Palácio Iguaçu. E não é sem razão, pois o governador Beto Richa (PSDB) mal virou as costas para Brasília, onde esteve ontem (12) acompanhando a sabatina do jurista Edson Fachin ao Supremo Tribunal Federal (STF), sofreu reveses importantes nesta quarta-feira (13) na Câmara Federal e no Senado da República.

Hoje pela manhã, na Comissão da Educação da Câmara, por 21 votos a 4, foi aprovada uma moção contra Beto Richa pelo massacre dos professores no último dia 29 de abril. De nada adiantou a intervenção do “Deputado da Educação” Alex Canziani (PTB) defendendo o tucano. Foi de goleada.

Também na Câmara, por pouco, não passa uma convocação do governador paranaense na Comissão de Fiscalização. Sorte do tucano que o autor da proposição, deputado Valtenir Pereira (PROS-MT), não compareceu à sessão. O parlamentar jura que quer ouvir Richa sobre a situação financeira do Paraná.

Como azar pouco é bobagem, a Comissão dos Direitos Humanos (CDH) do Senado aprovou requerimento da senadora Gleisi Hoffmann (PT), hoje pela manhã, sobre a realização de uma diligência em Curitiba sobre os excessos cometidos pela polícia contra os professores e demais manifestantes.

13 de maio de 2015
por esmael
14 Comentários

Após 2 semanas de massacre a professores, Anistia Internacional e sociedade civil exigem punição a Richa

richa_massacreContinuam surgindo manifestações de repúdio contra o massacre dos professores e servidores do Estado protagonizado pelo governador Beto Richa (PSDB) no último dia 29 de abril. A reprovação à violência não arrefece e há, inclusive, movimentos na Assembleia Legislativa pela constituição de um fórum contra a corrupção — origem de todo o imbróglio na gestão tucana.

As câmaras de vereadores de Cascavel e Marechal Cândido Rondon, no Oeste, publicaram cartas de repúdio ao massacre a exemplo de diversos municípios já noticiados pelo Blog do Esmael. Segundo o documento emitido pelos vereadores cascavelenses, “o dia 29 de abril ficou marcado como uma data que manchou de forma deplorável a história de nosso Estado. O governo ultrapassou todos os limites da civilidade, da moralidade e da humanidade.”

Os professores da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), em greve, também aprovaram moção de repúdio contra o governador Beto Richa e estenderam seu protesto ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB); ao secretário de Ciência Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes; e ao ex-secretário de Segurança Pública, Fernando Francischini (SSD).

A Anistia Internacional, entidade de defesa dos direitos humanos com sede em Londres, emitiu uma Ação Urgente endereçada ao governador do Paraná Beto Richa e ao ex-Secretário de Segurança do Paraná Fernando Francischini. A entidade já havia se manifestado no último dia 30 criticando a ação policial, caracterizando-a como “um atentado à liberdade de expressão”. Deste então o episódio vem ganhando repercussão global e a organização agora mobiliza-se para garantir o direito dos paranaenses a manifestações pacíficas.

13 de maio de 2015
por esmael
19 Comentários

Agentes penitenciários denunciam “2º massacre” do governo Beto Richa

agentesOs agentes penitenciários que participaram das manifestações contra o confisco da previdência dos servidores por parte do governador Beto Richa (PSDB), em particular do massacre do dia 29 de abril, começaram a ser perseguidos pelo Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), órgão da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Ou seja, não bastou o ataque covarde autorizado pelo governdor tucano em que mais de 200 servidores ficaram feridos. Richa agora quer enfraquecer sua representatividade intimidando-os, para que não possam se mobilizar contra novas injustiças por parte do governo.

Em um dos casos denunciados ao Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen), um trabalhador que integrava a Divisão de Operações de Segurança, foi retirado do grupo de ações táticas e colocado à disposição do Depen, depois que seu chefe imediato viu sua foto durante a manifestação.

13 de maio de 2015
por esmael
48 Comentários

Após chamar Richa de “bandido”, Ney Leprevost é aclamado pelo PSD à Prefeitura de Curitiba

richa_ratinho_leprevost

O deputado estadual Ney Leprevost foi reconduzido ontem (12) à noite, por mais três anos, à presidência do PSD de Curitiba. O partido o aclamou duas semanas após a tumultuada sessão da Assembleia, no dia 29 de abril, que aprovou o confisco da previdência dos servidores enquanto ocorria o massacre dos professores. Naquela fatídica tarde de cães e bombas, o parlamentar xingou o governador Beto Richa (PSDB) de “bandido” e “covarde” (relembre) — sinalizando rompimento oficial com o Palácio Iguaçu.

Os mais de 300 convencionais do PSD foram surpreendidos pela presença do deputado licenciado Ratinho Júnior, chefe do PSC, que é secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU).

A comparência do roedor no evento do “oposicionista” e baluarte da luta dos professores deu-se no mesmo dia em que veio à tona que a RPC TV — concorrente da Rede Massa — recebeu mais dinheiro de propaganda para o governo do PSDB defender o confisco da poupança previdenciária.

Será que a fidelidade canina da Rede Massa não foi reconhecida e recompensada à altura pelo Palácio Iguaçu?

13 de maio de 2015
por esmael
12 Comentários

Coluna do Reinaldo de Almeida César: Exemplo do prefeito Fruet para o governador Richa, sem bravatas

richa_seguranca_reinaldo_fruet

Reinado de Almeida César*

Como sabemos, desde o Camburão dos Deputados até o Massacre dos Professores, a segurança pública do Paraná virou de pernas para o ar, ou como se diz na linguagem popular, o samba do crioulo doido.

Neste período de triste lembrança, vivemos uma crise de comando sem precedentes.

Com muita coragem, um grupo de coronéis e entidades que representam a família miliciana formaram barricadas morais na defesa das mais caras tradições da Polícia Militar. O Paraná já devia muito a esses oficiais, pela dedicação de cada um e de todos, na vida militar. Deve, agora, ainda mais, pela brava resistência que alinharam.

Com as coisas começando a decantar, sobra-nos condição de refletir – e, porque não, festejar – sobre duas notícias extremamente importantes na área da segurança.