“Vou lutar em Brasília para barrar o confisco da previdência dos servidores do Paraná”, avisa Gleisi

Publicado em 15 abril, 2015
Compartilhe agora!

gleisi_previdenciaA senadora Gleisi Hoffmann (PT) afirmou ao Blog do Esmael nesta quarta-feira (15) que vai lutar, em Brasília, para que o governo Beto Richa (PSDB) não confisque a poupança previdenciária, de R$ 8 bilhões, que pertence aos servidores públicos do Paraná.

Segundo a senadora, o governo do estado protocolou ontem (14) no Ministério da Previdência pedido de anuência para o projeto que está tramitando na Assembleia Legislativa. “Mas faltam informações”, segundo o órgão.

A tendência é que o Ministério barre o confisco se a Assembleia aprovar a retirada de R$ 140 milhões mensais do fundo previdenciário, como prevê o projeto de Richa.

No próximo dia 28 de abril, em Brasília, por iniciativa do deputado João Arruda, a bancada federal paranaense realiza audiência pública com a presença do ministro Carlos Gabas, da Previdência, e o criador do Paranáprevidência, Renato Follador, cuja opinião é de que o modelo proposto no projeto de Richa “não é ideal” para garantir aposentadorias e pensões futuras. O Blog do Esmael vai transmitir o evento ao vivo em parceria com a TV 15.

“Penso que o correto é derrubar a urgência para poder receber a avaliação do Ministério (que foi pedida pelo próprio governo do Estado) e a discussão da bancada federal com o ministério”, disse Gleisi.

Para a senadora, a Assembleia Legislativa não deve correr o risco de votar algo sem respaldo de quem tem responsabilidade regulamentar no assunto, no caso o Ministério da Previdência.

Ou seja, Gleisi Hoffmann alerta que os deputados estaduais poderão entrar num novo camburão (roubada) ao votar o projeto da previdência que prejudica os servidores e não valer nada.

Compartilhe agora!

Comments are closed.