Torcida Trem Fantasma põe “coxinhas” anti-Dilma para correr no Paraná; assista ao vídeo

Manifestantes usavam tratores e camionetes para bloquear a rodovia quando estrada foi liberada por pressão de torcida organizada.

Manifestantes usavam tratores e camionetes para bloquear a rodovia quando estrada foi liberada por pressão de torcida organizada.

Integrantes da torcida organizada do Operário Ferroviário Esporte Clube, Trem Fantasma, de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, tiveram sua viagem bloqueada por uma manifestação “contra a corrupção” na BR 277, na tarde deste domingo (12), na altura do município de São Miguel do Iguaçu, quando se dirigiam a Foz do Iguaçu para enfrentar o time da tríplice fronteira.

Revoltados com a manifestação coxinha, os membros da torcida desceram do ônibus em que viajavam e em meio ao seu tradicional grito de guerra “…se não abrir passagem nós vamos atropelar…” o bloqueio foi desfeito e manifestantes seguiram em carreata. Torcedores do Operário foram ovacionados por outros motoristas de carros e ônibus que estavam presos no bloqueio.

Os integrantes da organizada Trem Fantasma estuda enviar um ofício à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) pedindo que proíba os “coxinhas” de protestarem contra a democracia utilizando a camisa amarela da seleção, pois, dentre as várias reivindicações, os manifestantes de ontem solicitavam “intervenção militar” para destituir a presidenta Dilma.

Os torcedores do fantasma seguiram até Foz do Iguaçu aonde viram seu clube empatar por 1 a 1 com o time da casa, na primeira partida da semifinal do campeonato paranaense 2015. O segundo jogo acontece no próximo sábado em Ponta Grossa.

Assista ao vídeo:

Comentários encerrados.