Por Esmael Morais

PT adere a grupo de Beto Richa e abre crise em Foz do Iguaçu

Publicado em 03/04/2015

Piolla_samek_duso_reni_richaO jornalista Gilmar Piolla, superintendente de comunicação social da Itaipu e presidente do Fundo Iguaçu, se desfiliou esta semana do PT. Ele ficou contrariado com a adesão do partido ao prefeito Reni Pereira (PSB), que é do grupo do governador Beto Richa (PSDB).

O prefeito iguaçuense, assim como Richa, tem reprovação superior a 80% dos eleitores do município.

Não é só Piolla que perdeu a queda de braço para o vereador Fernando Duso, presidente da Câmara Municipal de Foz. O presidente de Itaipu, Jorge Samek, também sai chamuscado devido à composição do PT com o governo de Reni.

Reni é Beto e Beto é Reni. Logo, o PT de Foz agora é Reni e Beto. Tudo com a anuência da direção estadual petista, que, segundo consta, lavou as mãos em relação à decisão municipal de aderir à gestão municipal iguaçuense.

Em sua carta de desfiliação, Piolla não atacou nem a direção estadual nem a municipal. Dissimulou. Apontou “dificuldades em conciliar militância política-partidária com responsabilidades familiares, profissionais e sociais”.