Por Esmael Morais

Marcha contra terceirização seguirá para a Boca Maldita, jura CUT

Publicado em 15/04/2015

Além de trabalhadores do setor privado, o movimento de hoje contra a terceirização também envolve muitos servidores públicos que estão sendo ameaçados pelo confisco da poupança previdenciária. Ontem (14), os deputados aprovaram requerimento para tramitar em regime de urgência projeto do governador Beto Richa (PSDB).

“Não discutimos nada sobre mudar o trajeto, mas vamos ver isso quando chegarmos à Praça Santos Andrade”, admitiu Nelson de Souza, o Nelsão, presidente da Força. Ele conversou com o Blog do Esmael durante manifestação em frente à montadora sueca Volvo.

Pelo sim pelo não é bom os deputados estaduais colocarem as barbas de molho, pois o funcionalismo público está “P” da vida com esse confisco da previdência.