Família Barros sofre primeira derrota na longa caminhada para 2018

Publicado em 19 abril, 2015
Compartilhe agora!

Em 2013, Renata Bueno e Walter Petruzziello fizeram dobradinha para o parlamento italiano, mas, agora, mediram força; ela apoiou a cunha Cida Borghetti, que perdeu de goleada a disputa pelo Conselho do Exterior do pai do vereador Pier (PTB).
Em 2013, Renata Bueno e Walter Petruzziello fizeram dobradinha para o parlamento italiano, mas, agora, mediram força; ela apoiou a cunha Cida Borghetti, que perdeu de goleada a disputa pelo Conselho do Exterior do pai do vereador Pier (PTB).
O clã Barros perdeu a primeira eleição na largada para 2018. Neste domingo (19) a vice-governadora Cida Borghetti (PROS), mulher do deputado Ricardo Barros, capo do PP, não conseguiu a presidência do cobiçado Comites (Comitato degli Italiani all’Estero).

Trata-se de uma representação com forte influência na coletividade italiana dos estados do Paraná e Santa Catarina. Esse colegiado, por exemplo, tem capacidade de resolver problemas como o da cidadania.

Das 12 cadeiras em disputa, a vice conseguiu apenas quatro. Com esse resultado, o advogado Walter Petruzziello, pai do vereador curitibano Pier (PTB), fez o dobro de votos — e de cadeiras– que Cida.

Quem estava apoiando a vice-governadora era a cunhada e deputada ítalo-brasileira Renata Bueno, filha do deputado “limpinho” Rubens Bueno — líder do PPS na Câmara.

Mais de 5 mil ítalo-brasileiros votaram. O resultado oficial sai amanhã, mas Petruzziello fez o dobro de votos e se manteve na presidência do Comites.

Compartilhe agora!

Comments are closed.