Por Esmael Morais

Desmandos do PSDB esvaziam protestos anti-Dilma no Paraná

Publicado em 13/04/2015

coxinhaApesar do esforço da velha mídia para convocar as manifestações contra a presidenta Dilma Rousseff e o Partido dos Trabalhadores, bem como das tentativas de mostrar atos maiores do que realmente foram, ficou claro que os protestos deste domingo murcharam em todo o País e ainda mais no Paraná.

O fiasco da marcha contra a Dilma no estado foi uma resposta clara aos desmandos do governo Beto Richa (PSDB). Fica meio estranho ir para a rua pedir a saída da presidenta Dilma, quando seus principais opositores estão no centro da maior crise política e de corrupção da história do Paraná.

Em Curitiba, cerca de 3 mil pessoas compareceram ao protesto. Em Londrina foram menos de 2 mil. Somando as duas cidades, os protestos não juntaram nem a metade do público que foi ao Estádio do Café assistir à vitória do Tubarão sobre o Coritiba.

Em Guarapuava o desânimo tomou conta e os manifestantes acabaram se largando num gramado para descansar e pensar na vida. Em Foz do Iguaçu, Cascavel e Maringá as manifestações também minguaram a mal passaram de mil pessoas.

A radicalização do discurso, com manifestantes pedindo a volta do regime militar, entre outras sandices, também contribui para o esvaziamento. As pessoas que se revoltam contra a corrupção não veem mais essas manifestações como um espaço legítimo para seu protesto.

Isso sem falar na agenda conservadora do Câmara Federal que aprovou a lei das terceirizações com votação maciça do PSDB e demais partidos de oposição, além do avanço da redução da maioridade penal.

Por fim, fica o registro de que nas manifestações de ontem haviam várias faixas pedindo o “Fora Beto Richa”. Seria bom o governador pôr as barbas de molho; pois de organizadores, os tucanos tendem a virar o alvo dessas manifestações.