Coluna do Enio Verri: “Luta contra aumento do IPVA é justa e obrigatória”

Enio_IPVA_RomanelliEnio Verri*

Não é novidade no Paraná que o governador Beto Richa (PSDB) inaugurou um jeito novo de fazer política. Ele personifica como ninguém a célebre frase de Homer Simpson: “a culpa é minha e eu coloco ela em quem quiser.” Foi assim durante todo o primeiro mandato e, ao que tudo indica, será também nos próximos quatro anos.

Partindo do próprio governador, a estratégia tucana viraliza e contagia os porta-vozes do governo estadual. Ainda ontem, o líder governista na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Cláudio Romanelli, publicou neste espaço uma grande bravata contra a atuação dos senadores Gleisi Hoffmann e Roberto Requião e de alguns deputados federais e estaduais.

O líder reclamou da tentativa dos parlamentares de derrubar o aumento de 40% do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) no Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo os rasos argumentos do deputado do PMDB, estão “agindo contra os interesses do Paraná”. Também afirmou que tentam “retirar recursos que estão faltando na gestão do estado.”

Romaneli abusa da máxima richista. Qualquer cidadão que acompanha a rotina política do estado compreende que o líder do governo deixou nas entrelinhas a seguinte mensagem: “a culpa pela falência do Paraná é nossa, mas vamos responsabilizar quem está defendendo os interesses do povo”.

É importante, mais uma vez, mostrar o governo que Romanelli defende (hoje). O estado, a quinta economia brasileira, foi o que registrou maior aumento da Receita Corrente Líquida (RCL) entre 2010 e 2014, saltando de R$ 16,97 bilhões para R$ 26,46 bilhões, uma evolução de 56%, quase o dobro da inflação acumulada no período, de 24% (de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo). Em 2015, o orçamento do Paraná alcançou R$ 44,41 bilhões.

Apesar da explosão na arrecadação, o governo tucano levou o Estado à bancarrota, iniciando 2015 com dívida acumulada com servidores e fornecedores, segundo analistas, na casa de R$ 4 bilhões. O Paraná nunca foi tão rico, e graças a incompetência gerencial de Beto Richa, tão pobre.

A luta dos senadores Gleisi Hoffmann e Roberto Requião e dos deputados federais e estaduais em defesa dos interesses da população contra o aumento abusivo do IPVA não é apenas justa, mas obrigatória.

*Enio Verri é deputado federal, presidente do PT do Paraná e professor licenciado do departamento de Economia da Universidade Estadual do Paraná. Escreve nas terças sobre poder e socialismo.

Comentários encerrados.