Por Esmael Morais

Beto Richa empurra professores e servidores para mais uma greve

Publicado em 14/04/2015

O projeto de mudanças na previdência dos servidores foi reapresentado semana passada e prontamente rechaçado pelos servidores. O governo teve que abrir mão do regime de urgência na Assembleia Legislativa sob risco de ser derrotado pela própria base.

O “debate” prossegue na Assembleia, mas é tão democrático que bastou uma professora dizer o que realmente pensa para ser presa na galeria da “casa do povo”.

Hoje os professores de quatro universidades estaduais estão fazendo um dia de protesto e seguem em estado de greve, prontos para retomar a paralisação. Os professores da rede pública, representados pela APP-Sindicato, se reúnem no próximo dia 25 em assembleia geral em Londrina.

Se o governador Beto Richa não mudar sua atitude, teremos uma nova greve dos servidores no início de maio.