Assembleia faz hoje audiência pública sobre confisco da previdência dos servidores do Paraná

audienciaA Assembleia Legislativa do Paraná promove nesta quarta-feira (8), a partir das 14h30, uma audiência pública para debater o projeto de lei do governo que altera e prevê o confisco da poupança previdenciária dos servidores. A audiência terá a participação dos deputados, de representantes do governo, dos sindicatos dos servidores, do Ministério Publico estadual e de especialistas no assunto.

O governador Beto Richa (PSDB) levou o Paraná a uma crise econômica e, consequentemente, a uma paralisia sem precedentes. Em virtude disso, o tucano vem tentando desde o início deste seu segundo mandato conseguir mais dinheiro para tirar sua gestão do atoleiro.

Para tanto, Richa promoveu aumentos de impostos e taxas, aplicou calotes em servidores e fornecedores, tentou cortar direitos consolidados como os quinquênios dos servidores e meter a mão em mais de R$ 8 bilhões do fundo de previdência do Estado. Essas duas últimas medidas foram barradas pela greve de fevereiro e março.

Agora, o governo está apresentado uma nova forma de saquear a previdência, mas de maneira mais suave, quem sabe “mais palatável” para os servidores. Basicamente, o projeto transfere mais de 33 mil servidores para o fundo previdenciário, desobrigando o Estado de bancar cerca de R$ 140 milhões por mês; valor que sobrará no caixa do governo.

A audiência de hoje vai servir para “medir a febre” da aceitação do novo projeto entre servidores, deputados, Ministério Público e especialistas. É uma nova batalha em que está em jogo o futuro do governo, mas também o futuro das aposentadorias dos servidores.

Comentários encerrados.