Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

8 de abril de 2015
por esmael
22 Comentários

Contra os trabalhadores, Câmara aprova projeto da terceirização

plenario_camaraA Câmara dos Deputados não deu bola para os protestos das centrais sindicais e movimentos populares, pois nesta quarta (8) à noite aprovou, por 324 votos a 137, o texto-base do projeto que regulamenta a terceirização (precarização) do trabalho no país. A seguir, leia a informação da Agência Câmara: Leia mais

8 de abril de 2015
por esmael
16 Comentários

Quiproquó na Assembleia: “Bando de ladrão, vai sair de camburão”; assista

marlei_alep_audiencia“Bando de ladrão, vai sair de camburão”. Este era o grito de guerra de servidores públicos que ocuparam as galerias da Assembleia Legislativa do Paraná na tarde desta quarta-feira, dia 8, durante audiência pública para discutir o confisco da poupança previdenciária pelo governador Beto Richa (PSDB). Leia mais

8 de abril de 2015
por esmael
15 Comentários

Câmara vota projeto que regulamenta a terceirização; assista ao vivo

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou o requerimento de retirada de pauta do Projeto de Lei 4330/04, que regulamenta a terceirização no Brasil. Em sessão extraordinária ocorrida nesta manhã, o deputado Arthur Oliveira Maia (SD-BA), relator da matéria pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, apresentou seu substitutivo à matéria.

Os deputados retomam, agora, a fase de discussão do projeto.

O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou hoje (8) a entrada de dirigentes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) na Câmara dos Deputados para assistir à votação do Projeto de Lei (PL) 4330/2004, que regulamenta a terceirização de serviços.

Ontem (7), os dirigentes da CUT alegaram, no Supremo, que foram impedidos de circular nas dependências da Câmara dos Deputados, por meio de um ato do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

No Paraná, o PT divulgou como votou cada deputado federal no requerimento para o regime de urgência na tramitação do PL 4330/04.

Assista ao vivo pela TV Câmara:

Com informações da Agência Brasil e Agência Câmara.

8 de abril de 2015
por esmael
19 Comentários

Veja essa: Censura na Polícia Militar chega às tatuagens

tatooUm memorando do 13° Batalhão da Polícia Militar em Curitiba revoltou vários policiais militares do batalhão. A mensagem exige que os PMs façam uma declaração informando suas tatuagens ou declarando não possuir tatuagens num prazo máximo de 15 dias. Leia mais

8 de abril de 2015
por esmael
14 Comentários

Morreu aos 57 anos Jorge Modesto

O Paraná perdeu hoje Jorge Modesto, histórico militante de esquerda. Ele esteve nos anos 60 na linha de frente do movimento estudantil e, mais tarde, nos anos 80, foi destacado dirigente sindical.

O corpo de Modesto está sendo velado desde as 14 horas na capela 1 do Cemitério municipal de Curitiba.

Modesto era servidor do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR). Morreu lutando contra o pacote de maldades do governador Beto Richa (PSDB), dentre os itens o confisco do fundo previdenciário. Ele também esteve presente no acampamento do Sindijus e da APP-Sindicato, no Centro Cívico, durante a greve de fevereiro.

Em dezembro de 13, Modesto gravou para o DHPAZ — o Depoimentos para a História – A Resistência à Ditadura Militar no Paraná. Abaixo, assista ao vídeo.

8 de abril de 2015
por esmael
10 Comentários

Fama de ‘caloteiro’ também está pegando no prefeito Gustavo Fruet

fruet_caloteA fama de ‘caloteiro’ conquistada com louvor pelo governador Beto Richa (PSDB) também está colando no prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT). Já existe até adesivo circulando em carros pela capital dos paranaenses. Leia mais

8 de abril de 2015
por esmael
11 Comentários

Assembleia faz hoje audiência pública sobre confisco da previdência dos servidores do Paraná

audienciaA Assembleia Legislativa do Paraná promove nesta quarta-feira (8), a partir das 14h30, uma audiência pública para debater o projeto de lei do governo que altera e prevê o confisco da poupança previdenciária dos servidores. A audiência terá a participação dos deputados, de representantes do governo, dos sindicatos dos servidores, do Ministério Publico estadual e de especialistas no assunto. Leia mais

8 de abril de 2015
por esmael
19 Comentários

Oficial da PM afirma Luiz Abi “ajudava” Polícia Militar a obter recursos

samirAs investigações do Gaeco vão avançando e a cada dia surgem mais “surpresas” da rede de corrupção montada no governo Beto Richa (PSDB) e operada pelo seu primo, Luiz Abi Antoun, que chegou a ser preso no mês passado.

Em depoimento ao Ministério Público, o tenente-coronel da Polícia Militar, Samir Elias Geha, afirmou que o influência de Luiz Abi na PM ia além da suposta fraude na licitação de serviços de manutenção das viaturas.

Segundo Geha, Luiz Abi era um verdadeiro provedor de recursos, considerado um “benfeitor” para a PM, só que às margens da legalidade. O tenente-coronel afirmou que procurava Luiz Abi quando faltava dinheiro no quartel.

No último dia 26 de março, o Blog do Esmael anotou que o Gaeco havia complicado a vida de Richa porque seu primo, preso por corrupção, mandava nas polícias do Paraná (clique aqui). O registro fora fundamentado nas investigações dos promotores de Londrina.

O Ministério Público aponta que Luiz Abi é o verdadeiro proprietário da oficina Providence, que venceu a licitação de manutenção de viaturas, considerada fraudulenta pelos promotores. O proprietário legal da oficina, Ismar Ieger, seria um “laranja” de Abi, e teria sido apresentado ao primo do governador pelo tenente-coronel Geha.

Samir Elias Geha, está na Polícia Militar há 29 anos e foi ouvido na condição de testemunha, pois até agora não responde por nenhuma irregularidade.

A crise econômica em que o Beto Richa enfiou o governo do Paraná faz com que instituições como a Policia Militar se fragilizem, e fiquem à mercê de oportunistas como o primo de Richa, Luiz Abi Antoun. A falta de combustível, viaturas sucateadas, falta de alimentação adequada, calotes nos pagamentos de benefícios baixam o moral da tropa, e abrem as portas para soluções “não convencionais” para os problemas do cotidiano.

Abi montou uma estrutura de poder paralela ao governo, se aproveitando da crise e dos problemas na administração para sugar e desviar recursos do próprio estado.

Portanto, está cada dia mais difícil sustentar que o governador não sabia dos esquemas operados por Abi, pois até as capivaras do Parque Barigui já tinha conhecimento da “operação subterrânea” de seu parente no governo do estado.

Por outro lado, a maioria na Assembleia Legislativa ainda confere uma certa blindagem ao governador. Mas, afinal de contas, até quando?

Confira vídeo com reportagem da RPCTV sobre o caso:

8 de abril de 2015
por esmael
17 Comentários

Ministro do STF recebe bancada dos “superamigos” do PR contra reajuste de Beto Richa no IPVA

Ministro Marco Aurélio de Mello, do STF, recebeu ontem, em Brasília, a bancada paranaense formada pelos "superamigos"; Liga quer anular reajuste de Beto Richa no IPVA.

Ministro Marco Aurélio de Mello, do STF, recebeu ontem, em Brasília, a bancada paranaense formada pelos “superamigos”; Liga quer anular reajuste de Beto Richa no IPVA.

Parte da bancada paranaense no Congresso Nacional, formada pelos “superamigos”, foi ontem à noite ao Supremo Tribunal Federal (STF) encontrar-se com o ministro Marco Aurélio Mello. Leia mais

8 de abril de 2015
por esmael
11 Comentários

Terceirização: Hoje tem ‘a mãe de todas as batalhas’ em Brasília

Deputado Eduardo Cunha, presidente da Câmara, prometeu aos empresários aprovação da lei que fragiliza os trabalhadores brasileiros; ou seja, agora quer entregar a qualquer custo a terceirização (precarização) da mão de obra no país; sem dúvida alguma, o Congresso tende consentir uma volta aos tempos do escravagismo, por isso Brasília poderá viver hoje a 'mãe de todas as batalhas'.

Deputado Eduardo Cunha, presidente da Câmara, prometeu aos empresários aprovação da lei que fragiliza os trabalhadores brasileiros; ou seja, agora quer entregar a qualquer custo a terceirização (precarização) da mão de obra no país; sem dúvida alguma, o Congresso tende consentir uma volta aos tempos do escravagismo, por isso Brasília poderá viver hoje a ‘mãe de todas as batalhas’.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), mandou ontem (7) descer o sarrafo nos manifestantes contra a lei da terceirização (precarização) do trabalho. Cerca de 3 mil protestavam sob o comando da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e da UNE (União Nacional dos Estudantes). Leia mais

8 de abril de 2015
por esmael
25 Comentários

Coluna do Reinaldo Almeida César: “Capa e sunga vermelha não resolvem problema na segurança pública”

Reinado Almeida César*

Na semana passada, ao estrear aqui, no Blog do Esmael – este ambiente democrático que acolhe, como poucas vezes visto na imprensa do Paraná, um amplo espectro de diferentes opiniões e de múltiplos pensamentos, agregando gregos e baianos – cometi uma falha, daquelas que se costuma dizer imperdoável.

É que na ânsia de participar deste estimulante espaço de ideias, com os dedos tamborilando sem parar no teclado, acabei não dizendo aos prezados leitores, afinal de contas, a que vim.

Em outras palavras, não registrei o que, sem descabida pretensão, imagino poder contribuir ao lançar aqui, semanalmente, algumas de minhas percepções.

O tema da segurança pública toca a todos nós.

Como já disse e escrevi algumas vezes, uma pessoa pode nascer e morrer sem ter pisado um só dia numa sala de aula de escola pública, nem ter sido medicado em posto ou hospital da rede pública, com uma aspirina que fosse.

Não falo de mim, devo tudo ao ensino público, onde fui alfabetizado e, anos depois, colei grau em Direito. Sou orgulhoso filho de professora aposentada da rede estadual. Sou da geração que se vacinava e se consultava em postos de saúde da rede pública. Nasci em hospital público.

Falo do Brasil, triste realidade. Falo do mercantilismo do ensino e da privatização sem limites na saúde.

Enfim, realidade por todos conhecida.

Mas, volto ao tema.

Mesmo quem nunca ouviu a doce voz de uma professora pública ou a boa orientação de um médico público, precisará das forças de polícia.

Segurança pública não é melhor nem mais importante que educação, saúde e outras políticas públicas. Mas ela é, sem dúvidas, o único serviço verdadeiramente universal, dirigido a todos indistintamente.

Só o Estado tem o monopólio da força. Polícias, desde sempre, serviram para garantir ao homem sua vocação de viver em grupos sociais.

Forças de segurança, em nome do Estado, agindo com os inafastáveis princípios da ética e respeitando as franquias da dignidade humana, organizam a sociedade, fazem imperar a lei, garantem a paz social.

A derrocada de uma sociedade começa com o enfraquecimento de sua forças de controle.

Proponho, então, que este espaço, em lugar de ser uma coluna monocórdia, onde só o colunista lança ideias, seja a resultante de uma reflexão coletiva.

Não quero aqui o samba de uma nota só.

Vamos, juntos, colunista, interessados e curiosos leitores – não sei se a ordem correta é essa – colocar luzes sobre a gestão da segurança pública no Paraná.
Porém, com uma regra.

Não vamos fulanizar o debate. Não vale a pena.

Vamos fazer análises impessoais. Aqui, nomes e epítetos são como o anti-herói dos contos de Harry Potter. Não merecem ser pronunciados.

Quem acha que resolve as coisas na segurança pública de forma solitária, enfiando uma capa sobre a cabeça e uma sunga vermelha por cima das calças, beira o ridículo e fica roçando num tipo penal muito conhecido, chamado estelionato. Segurança pública é obra coletiva.

Vamos conversar, de forma transversal, analisando o que foi realizado e o que deixou de ser feito no atual período de governo, que se iniciou em 2011, na área da segurança.

Vamos reler o “Metas de Governo/2011-2014” e o