Richa recua da autonomia financeira nas universidades; fim da greve?

decreto.jpgO governador Beto Richa (PSDB) revogou nesta-feira (10) o decreto que criava o grupo de trabalho para redigir o projeto de lei de autonomia financeira para as universidades estaduais do Paraná. A autonomia financeira pretendida por Richa significava a desobrigação por parte do governo do estado com o financiamento das instituições.

Os comandos de greve das sete universidades e os sindicatos de professores e servidores estiveram reunidos hoje pela manhã com o líder do governo na Assembleia, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB). Na reunião, o governista apresentou a revogação do decreto e discutiu outras questões da pauta de reivindicação dos servidores.

Com mais esse recuo do governo, as greves nas universidades devem ser suspensas nos próximos dias. Das sete instituições, somente a Universidade Estadual de Maringá (UEM) já havia decidido encerrar o movimento, com os servidores voltando ao trabalho na manhã de hoje. Agora é só manter a vigilância sobre a questão da previdência dos funcionários públicos do estado.

O saldo do calote e da tentativa de arrocho promovidos pelo governo Richa fica praticamente zerado. De um lado os servidores preservaram seus direitos já adquiridos e garantiram o funcionamento das universidades; e do outro o governador e a base governista na Assembleia saíram com um enorme desgaste.

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Federalizar as universidades já. Passem-nas ao governo federal, sai da mão – e das manobras – do estado do Paraná e com isso teremos uma economia de dinheiro brutal. Federalizem as universidades. Minas tem 8 federais, e nenhuma estadual, e é assim no Brasil inteiro. No Paraná, culpa de alguns governos passados, ficamos com as estaduais que até o momento, funcionam mas muito capenga. Sempre dependendo do tirano de plantão. Não dá. Deputados Federais, Enio Verri, entre outros, vamos tentar? …

  2. Se Beto Richa continuar recuando desse jeito ele vai parar na China.

    • Que tal esse richa Revogar esse DECRETO DESUMANO que obriga os velhinhos aposentados 60,70e até80 anos a pagar 11% para previdência total insensatez de um governo que não soube administrar suas responsabilidades.

  3. O governador está numa pepinosa que dá pena e raiva também. O GAECO tem tirado o sono do Richinha.

  4. Ótimo trabalho professores… estou muito feliz por isso mesmo de verdade, pois só assim o estado ouve os srs… pena que agora quem pagara o atraso das aulas serao 1.000.000 de alunos com suas ferias, acho que essa medida de correção para os estudos atrazados deveria ser discutido com apm de cada regiao e nao na secretaria de educação, pois ele saem de feria em tempo hábil ai pai desses alunos estarão tbm de “castigo”…

  5. Já diria o memorável Nezinho do Jegue, de “O Bem Amado”: “Morra Odorico, ladrão sem vergonhooooooo”!
    Sim, sem vergonho mesmo, com o!
    Prá lembrar o formato do caixa único – cú – dele!
    Não tem outro termo: SAFADO!
    Tentou engambelar os professores estaduais, agora tenta engambelar o pessoal das gloriosas IES estaduais!
    Olha Esmael, não é só o pessoal do lava jato que não tem escrúpulos nem limites.
    O pessoal do escândalo BANESTADO/HSBC também não tem!!!

  6. Não tenho dúvida…este Governador cheira cola! Idiota total.

  7. Gastar mais do que se arrecada justificando como “coragem” o que crime de responsabilidade fiscal e depois botar a culpa no governo federal pela sua própria ineficiência é safadeza de mais! Safadeza chega a ser um eufemismo!!!