Por Esmael Morais

Richa culpa professores e PM pela quebradeira do Paraná; assista

Publicado em 10/03/2015

richa_profs_pm.jpgO governador Beto Richa (PSDB) continuou nesta terça-feira, 10, seu périplo pela mídia televisa visando limpar a barra com os paranaenses. Ele concedeu hoje à  noite uma longa entrevista nos estúdios da RIC Mais (Record), de Leonardo Petrelli. Ontem ele esteve na Rede Massa, do aliado Ratinho Júnior (PSC).

Embalado pela farra dos R$ 15 milhões de publicidade, conforme registro do Blog do Esmael, o tucano tem encontrado acolhida! nas emissoras para destilar ódio contra o PT, os adversários políticos e, naturalmente, contra professores e policiais militares — a quem Richa atribuí a quebradeira, em virtude da contratação desses profissionais.

Para quem tem um cérebro maior que uma azeitona sabe que o governador do PSDB falta com a verdade. A crise fiscal do estado decorre da crise moral do governo tucano, pois, segundo consta, há grave denúncia de corrupção na Receita Estadual do Paraná !“ o órgão responsável por arrecadar os impostos dos paranaenses.

Beto Richa repetiu o mantra segundo qual concedeu 60% de aumento aos professores nos últimos 4 anos. Por isso, disse, a greve de um mês da educação não deveria ter ocorrido!. Ele também reclamou de maldosos! que estariam espalhando que ele, o governador, iria pegar dinheiro da aposentadoria dos velhinhos.

Na prática, o governador do PSDB tenta sair das cordas depois dos golpes desferidos pelos movimentos grevistas. Tenta vender a ideia que está no comando, mas não está. O Paraná está sob o comando de forasteiros !“ vide o caso do secretário da Fazenda, Mauro Ricardo, e do da Educação, Fernando Xavier — cujos interesses são diferentes do interesse público e dos paranaenses.

Assista ao vídeo, se for capaz: