Requião coloca TV 15 para investigar escândalo de R$ 500 milhões na Receita Estadual do Paraná

Para Requião, o escândalo da pedofilia e da Receita, aumento indevido nas tarifas de água e luz, tarifaço do Detran, aumento de impostos, fizeram o Paraná regredir dos pontos de vista ético, moral administrativo e econômico por décadas. Na semana que vem, o senador promete colocar a TV 15 ao vivo, direto de Londrina, em investigação inédita.

Para Requião, o escândalo da pedofilia e da Receita, aumento indevido nas tarifas de água e luz, tarifaço do Detran, aumento de impostos, fizeram o Paraná regredir dos pontos de vista ético, moral administrativo e econômico por décadas. Na semana que vem, o senador promete colocar a TV 15 ao vivo, direto de Londrina, em investigação inédita.

O senador Roberto Requião (PMDB) informou nesta quarta-feira (11) que colocará a TV 15, ao vivo, na semana que vem, para investigar denúncias de fraudes na Receita Estadual de Londrina que teriam causado prejuízos de R$ 500 milhões aos cofres públicos. Na prática, o parlamentar quer discutir com a sociedade a instalação da CPI da Receita !“ ou do Brimo !“ na Assembleia Legislativa do Paraná.

A coleta de assinaturas em apoio à  investigação começou ontem à  noite e a emissora de Requião pretende estimular a confecção de painéis com a posição de cada deputado estadual sobre o tema.

A TV 15 é uma emissora criada pelo peemedebista na campanha eleitoral. O objetivo era romper o bloqueio da velha mídia acerca de temas que desagradam o Palácio Iguaçu e o estabelechiment. Neste ano, o senador disponibilizou o canal para a cobertura sempre ao vivo de manifestações populares, com destaque à  greve do magistério e à  resistência ao confisco de R$ 8 bilhões do fundo previdenciário dos servidores públicos do estado.

Requião explica que a equipe da TV 15 se deslocará para Londrina na segunda quinzena de março. A ideia é investigar as ligações perigosas entre o governador Beto Richa (PSDB) com o fotógrafo Marcelo Tchello! Caramori, preso por pedofilia; a corrupção na Receita, o trabalho dos promotores do Gaeco, bem como o companheiro do governador nas corridas de 500 milhas.

Este escândalo envolve o companheiro de corrida das 500 milhas de Londrina. O parceiro. O copiloto de sua Ferrari de mais de R$ 2 milhões. Quem é que financiava esta escuderia? A Receita Estadual? A corrupção da Receita Estadual?!, questionou.

Esta é uma tarefa para o jornalismo investigativo e para nossa TV 15. Vamos a fundo. Caramori, Ferrari das 500 milhas, escândalo da pedofilia e da Receita, aumento indevido nas tarifas de água e luz, tarifaço do Detran, aumento de impostos. Tudo isso fez o Paraná regredir dos pontos de vista ético, moral administrativo e econômico por décadas. Terrível o governo do Beto Richa!, finalizou Requião.

Comentários encerrados.