PT sai do armário para as ruas; assista

No último dia 21 de fevereiro, durante o 1!º ato pelo impeachment, em Curitiba, cerca de 5 mil manifestantes assaram a batata! do governador Beto Richa em praça pública.

No último dia 21 de fevereiro, durante o 1!º ato pelo impeachment, em Curitiba, cerca de 5 mil manifestantes assaram a batata! do governador Beto Richa em praça pública.

Até ontem à  tarde, o PT nacional titubeava sobre as manifestações desta sexta-feira, dia 13. A cúpula petista e o Palácio do Planalto temiam que os protestos em defesa de Dilma pudessem descambar para uma competição com o ato anti-Dilma no domingo, dia 13.

Nessa queda de braço, o PT decidiu sair do armário para voltar ao asfalto — onde ele foi criado. A opção pela luta ao lado da massa, ao invés do conforto do ar condicionado dos aparelhos! partidários e sindicais, foi bastante comemorada pela militância em Curitiba.

Na capital paranaense, foi adicionado à  pauta nacional o impeachment do governador Beto Richa (PSDB). A concentração da manifestação organizada por mais de 50 entidades do movimento social será na tradicional Praça Santos Andrade (UFPR) e seguirá rumo ao Palácio Iguaçu.

Acuado, o governador tucano colocou de prontidão todo o efetivo de repressão da Polícia Militar. Até o BOPE, treinado para intervir em grandes eventos, também está de sobreaviso (clique aqui).

O diabo é que Beto Richa é um dos coordenadores do protesto contra Dilma no domingo. Por isso o grau de tensão é muito elevado.

Assista ao vídeo convocando o protesto de sexta 13:

11 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Não consigo acreditar que existam pessoas que realmente acreditam que a troca de Dilma por Michel Temer pode favorecer alguma coisa no cenário econômico, político ou moral brasileiro. O impeachment extirparia a corrupção no Brasil? A economia voltaria a crescer por esse motivo? Claro que não! Nesse festival de notícias escandalosas as denúncias e declarações têm destaque astronômico nas mídias enquanto os fatos e informações contextualizadas ficam em segundo plano, em pequenas notas ou nas entrelinhas. Atrás dessa cortina de fumaça estão escondidos em local seguro os verdadeiros interessados, que desviam as atenções inquisitivas de si para levar vantagem nas próximas eleições, sem que haja nenhuma mudança nas regras, numa espécie de cartel político para vencer o jogo por W.O.

  2. Contra a Dilma é golpismo, contra o fraco Richa pode? Isto está certo Arnaldo?

  3. É verdade que o governo fez e está fazendo lambanças, e por isso mesmo é indefensável. Mas a palavra de ordem não é em defesa desse governo de coalizão mas defender a democracia, pois desde de o início sabemos que não podemos ascender uma vela pra Deus e outra pro diabo, feita a crítica também é dever reconhecer que as migalhas caída da mesa do grande capital influenciou a vida de pessoas pobres que não comiam, passavam fome. Isso necessariamente não sei se merece consideração positivas ou lamentação, pois simultaneamente, o grande capital concentrou renda como nunca, mas o fato é que muitos puderam, comer, morar, estudar e a partir disso sonhar. Era previsível essa conjuntura. Na sociedade de contradições não há como os opostos se beneficiarem simultaneamente, não tem como todos ganharem. E neste contexto, como na revolução burguesa os trabalhadores perdem, pois a burguesia nunca se comprometeu com a classe trabalhadora. O governo de colisão, também como na revolução burguesa foi uma traição aos trabalhadores. Isso já era o esperado de um governo, que se limitou apenas ao possível nas trincheiras da atrasada burguesia tupiniquim, não ousou ultrapassar os limites impostos pelo mercado, e por esses motivos hoje agoniza diante dos seus, que impotentes procuram defender o indefensável, contudo, no que cabe aos setores progressistas responsáveis é recompor as forças de resistência e defender os pontos comuns aos trabalhadores, mesmo que para isso tenha que reunificar as correntes ideológicas, é o único caminho diante do crescente conservadorismo.

  4. Se não passar na Globo, não adianta nada..

  5. Nao sou da direita nem da esquerda, mas sempre adorei acompanhar o cenario politico estadual e nacional e é lamentavel a divulgaçao de tais manifestos. Ora, nao há duvida da roubalheira na Petobras pelo PT e outros partidos, tampouco ha duvida da má administraçao no PR pelo PSDB. Entao seja franco em seus posts nesse blog: a sujeira esta em ambos os partidos ora!!!

  6. Dia 13/03 só vamos ver a catrefa comissionada do PT e a massa de manobra da APP e CUT tentando fazer eco. Em resumo o movimento é desconexo ao que o Brasil esta clamando.

    • Desconexa esta a sua cabeça! O SEU governador contrata aliciador de meninas, outros dão desfalques na Receita Estadual, aumenta ICMS, IPVA, precariza os serviços públicos, arruma o maior barraco com os professores…VOCÊ ESTÁ DESCONEXO COM O PARANÁ!

    • A e vc não é então seu puxa saco nojento do patrão playboy e sabado o protesto é legitimo seu comissionado da teta gorda